Tudo o que você precisa saber sobre o aquecedor solar!

Limpa, renovável e capaz de proporcionar economia aos usuários, a energia solar pode ser utilizada tanto para gerar energia elétrica quanto para o aquecimento. No primeiro caso, é preciso que o usuário instale um sistema fotovoltaico; já no segundo, deve-se contar com um aquecedor solar.

Embora sejam duas tecnologias diferentes, os sistemas podem se complementar, uma vez que o uso de energia térmica reduz a demanda por eletricidade. Isso diminui o investimento necessário à instalação do sistema fotovoltaico.

Você sabe quais são seus principais usos e como o aquecedor solar funciona? Continue a leitura de nosso artigo e confira mais detalhes sobre a geração de energia térmica!

Entenda como funciona o aquecedor solar

A função do equipamento é produzir calor a partir da captação da luz solar, aquecendo a água ou outros fluidos. Ligado diretamente na rede hidráulica do imóvel, o aquecedor possibilita que a água quente seja utilizada em chuveiros, torneiras e banheiras, entre outras aplicações.

Alguns segmentos industriais, como a fabricação de produtos plásticos, também demandam o aquecimento de fluidos. Com o uso do aquecedor solar, os custos de eletricidade são reduzidos de forma significativa.

Além de indústrias e residências, a energia térmica beneficia empreendimentos de diversos setores, como hospitais, hotéis, clubes, academias, restaurantes, empresas de lavagem automotiva, agropecuária, entre outros.

Componentes

Um aquecedor solar é formado pelos seguintes componentes:

  • placas coletoras (ou coletores solares) — em seu interior, existe uma tubulação, normalmente fabricada em cobre ou aço inox, por onde circulam os líquidos que precisam ser aquecidos, a quantidade de placas varia de acordo com o volume do reservatório térmico;
  • reservatórios (também conhecidos como boilers), que são tanques fabricados em aço inox, onde o líquido aquecido fica armazenado — a maioria dos modelos possui um suporte auxiliar elétrico, com resistor e termostato, garantindo o aquecimento em momentos de baixa temperatura ou insolação.

Esse conjunto de equipamentos deve ser dimensionado de acordo com o consumo de água do local. Ao projetar o aquecedor solar para uma residência, por exemplo, é necessário considerar:

  • o número de moradores;
  • a frequência e a duração média dos banhos;
  • quais são os outros pontos da casa que receberão água quente;
  • a vazão de água de cada ponto de consumo, entre outros critérios.

Vantagens

Dessa forma, o sistema garante a água aquecida e promove uma redução significativa na tarifa de energia elétrica, já que ela não será mais necessária para tal finalidade. Portanto, os aquecedores solares podem complementar os projetos fotovoltaicos, o que garante a independência do consumidor.

Vale explicar que, embora muitas pessoas confundam, o aquecedor solar e o gerador fotovoltaico são sistemas distintos. A finalidade do aquecedor é gerar energia térmica e, como o próprio nome diz, promover o aquecimento. Já o sistema fotovoltaico produz energia elétrica a partir da luz solar.

Tire suas dúvidas sobre o aquecedor solar

A seguir, confira as respostas para algumas das principais dúvidas relacionadas ao uso desse equipamento.

O aquecedor solar funciona durante a noite e em dias frios ou chuvosos?

Quando corretamente dimensionado, bastam poucas horas de sol para aquecer a água, garantindo o uso no período da noite. Além disso, mesmo que esteja frio, a insolação já é suficiente, o que significa que o sistema funcionará corretamente durante o inverno.

Powered by Rock Convert

No entanto, em períodos mais longos sem sol, o sistema de aquecimento pode ser afetado. Essa é a razão de os reservatórios térmicos contarem com um sistema elétrico auxiliar para aquecer a água armazenada ou para evitar que ela esfrie.

Qual é a diferença entre aquecedor solar e energia solar?

Trata-se de dois conceitos distintos. O aquecedor solar é um equipamento composto por placas coletoras e reservatório, conforme explicamos, responsável por aquecer líquidos. Já a energia solar é proveniente do sol e pode ser transformada em energia tanto elétrica, pelo efeito fotovoltaico, quanto térmica, promovendo o aquecimento.

Quais são os modelos disponíveis no mercado?

Existem tipos diferentes de coletores sendo vendidos. O modelo plano é composto por placas escuras, normalmente instaladas nos telhados das edificações, e o mais utilizado no Brasil.

Já os coletores de tubo a vácuo agrupam em uma única peça as várias partes do equipamento (serpentina, isolamento térmico, caixa externa e cobertura). Considerados a melhor opção para locais onde o clima é mais frio, eles são muito utilizados em países europeus.

Há também o aquecedor solar acoplado, um modelo que é mais compacto do que o solar a vácuo e pode ser instalado em vários tipos de telhado. Seu sistema de aquecimento é similar ao do aquecedor a vácuo, mas os coletores são ligados diretamente no boiler.

Qual investimento é necessário para instalar um aquecedor solar?

investimento no sistema costuma ser menor do que o cliente imagina. Porém, o valor dependerá do produto escolhido, além de variáveis como o número de usuários e a etapa em que será feita a instalação: durante a construção da edificação ou em um imóvel já pronto.

De qualquer maneira, é importante destacar que os benefícios do aquecedor solar são indiscutíveis. Com a redução na tarifa de energia elétrica, o investimento é compensado em pouco tempo.

A vida útil dos equipamentos alcança 20 anos e a manutenção é bastante simples. Além disso, existem outras vantagens, como o fato de o sistema ser sustentável e baseado no uso de energia renovável.

Por que o reservatório térmico é importante?

Esse equipamento é responsável por armazenar e manter os líquidos aquecidos. Portanto, para garantir a maior eficiência do sistema, é essencial escolher um bom reservatório térmico. Os modelos mais vendidos são compostos por um tanque interno de aço inox, além de uma camada de isolamento térmico e um revestimento na parte externa.

O aço inox utilizado no tanque interno deve ser do tipo 304 ou 316, dependendo da qualidade da água que irá abastecer o reservatório térmico. Já o material mais indicado para o isolamento térmico é o poliuretano expandido. O revestimento externo, por sua vez, tem a função de proteger e promover uma maior vida útil ao reservatório, portanto, o alumínio é muito indicado e desempenha muito bem esta função.

Ao adquirir o equipamento, é fundamental conferir se ele tem a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Como você percebeu, o uso de um aquecedor solar garante economia, conforto térmico e maior sustentabilidade à residência ou empresa do seu cliente. Aliás, sua instalação até valoriza comercialmente o imóvel.

Porém, para garantir o melhor resultado do sistema, é essencial contar com equipamentos de qualidade, capazes de oferecer mais eficiência uma maior vida útil. Continue a visita por nosso blog e descubra como escolher o melhor reservatório térmico!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *