Entenda porque investir em vendas de aquecedores solares é um bom negócio

Quem é proprietário de loja, independentemente do segmento, sabe o quanto é importante estar atento às novidades e às tendências do mercado para oferecer os melhores produtos e garantir a satisfação de seus clientes.

No setor de materiais e equipamentos para construção, a venda de aquecedores solares vem aumentando a cada dia, visto que são produtos muito vantajosos para o cliente.

Se você está em busca de novos produtos para oferecer em seu negócio e está considerando investir na venda de aquecedores solares, veja, abaixo, alguns dos ótimos motivos para tomar essa decisão! Boa leitura!

Promove a sustentabilidade

Todo ano, gastamos muito com energia elétrica, e esse gasto traz inúmeros prejuízos para o meio ambiente, já que, dessa forma, liberamos muito mais poluentes que contribuem para o aquecimento global e o efeito estufa.

Sendo assim, contar com uma fonte de energia limpa e que não emite nenhum tipo de poluente é uma das melhores maneiras de contribuir para a sustentabilidade. Mostre isso ao seu cliente.

Vende conforto e economia ao cliente

Todo mundo gosta de tomar um banho quentinho e, em locais mais frios, ter água aquecida saindo de todas as torneiras da casa.

O aquecedor solar oferece uma alta demanda de água quente diariamente, promovendo o conforto necessário para toda a família do cliente, de maneira prática e eficiente.

Mesmo que, em um primeiro momento, o investimento em um aquecedor solar pareça alto para o cliente, a economia que ele terá a longo prazo com a conta de energia elétrica compensará bastante. Por isso, muitos consumidores estão buscando essa alternativa, que, além de ser melhor para o meio ambiente, também é melhor para o bolso.

Escolher revender uma marca que ofereça produtos de alta qualidade e resistência, com acabamento em alumínio e sem peças de plástico, é fundamental para garantir a satisfação do cliente com o produto e, consequentemente, com o seu estabelecimento.

Incentiva a venda de outros produtos

Por ser um produto que ainda está em crescimento, não são todas as lojas que vendem aquecedores solares nos dias de hoje.

Essa é uma excelente oportunidade de fazer o seu negócio se diferenciar no mercado, pois quando o cliente procurar por aquecedores solares em sua região, será direcionado ao seu estabelecimento e, uma vez estando aí, pode comprar outros produtos de sua necessidade.

Preste um atendimento consultivo, sempre se preocupando com os desejos e as necessidades do consumidor e conquiste um cliente fiel.

Oferece fácil instalação

Ao contrário do que muitos pensam, a instalação de um aquecedor solar é algo fácil. Claro que ela deve ser feita por um profissional, mas não levará muito tempo e nem deixará a casa do cliente intransitável devido às obras.

O profissional fará a instalação de um reservatório térmico perto da caixa d’água, de um sistema elétrico simples e de placas coletoras no telhado da casa.

Você possui uma loja de materiais e equipamentos de construção e quer entender melhor como a venda de aquecedores pode ser um bom negócio? Entre em contato conosco e conheça nossos produtos e condições!

4 dicas para fazer a melhor parceria de negócios com fornecedores

A funcionalidade e a qualidade de uma empresa dependem dos mais diversos fatores, inclusive de sua relação com outros empreendimentos. Uma boa parceria de negócios com fornecedores, por exemplo, é garantia de produtos de qualidade e melhores preços.

Muitas firmas, ao não valorizarem essa relação (que deve ser benéfica para todos os envolvidos), acabam por não satisfazer a fornecedora. E a empresa parceira, por sua vez, não consegue atingir as expectativas dos clientes, por não entender a fundo o que é esperado.

Neste post, daremos 4 dicas para que você mantenha, de fato, uma relação de cooperação com sua fornecedora — e ambos os lados saiam ganhando. Continue a leitura e confira!

1. Não leve em consideração apenas o preço

Adquirir produtos e serviços a preços baixos é uma busca constante para todas as empresas. Afinal, economia é realmente importante para todo negócio.

Porém, existem outros pontos importantes a serem levados em conta. É necessário, por exemplo, observar se a fornecedora:

  • tem todos os produtos de que você necessita;
  • consegue cumprir com os prazos determinados;
  • oferece um atendimento satisfatório;
  • apresenta um visão alinhada com a de sua empresa.

É impossível construir uma boa relação com a fornecedora se ela não oferecer serviços de qualidade e acabar trazendo diversos prejuízos para sua empresa.

2. Expresse claramente o que você espera

É preciso que você expresse claramente quais são suas maiores necessidades — desde os produtos dos quais precisa até os prazos de entrega. É interessante deixá-la a par do planejamento e da execução de seu empreendimento, para que a fornecedora possa se organizar de forma a atendê-lo melhor. 

Se informada antecipadamente e de maneira completa, a empresa contratada poderá se programar, evitando erros e confusões nas entregas. Pode ser interessante treinar uma equipe especializada para realizar o contato direto entre as firmas.

3. Valorize o trabalho do seu fornecedor

A ideia de que apenas o cliente deve estar satisfeito é ultrapassada. Esse tipo de relação funciona como uma via de mão dupla: não basta você se satisfazer com o serviço prestado — é fundamental que os prestadores também fiquem contentes com os negócios fechados.

Portanto, faça com que o fornecedor se sinta valorizado e reconhecido por seu trabalho. Isso pode ser demonstrado de diversas maneiras, como:

  • o pagamento em dia dos valores acertados;
  • a organização da documentação exigida;
  • a facilitação dos meios necessários para que ele realize sua função de maneira otimizada.

Sempre questione se a empresa parceira está contente com a relação entre vocês e o que pode ser feito para torná-la ainda mais forte. Lembre-se de que é ela que permite que seu negócio tenha clientes, visto que é a responsável por fornecer o que sua companhia vende.

4. Seja sempre cordial

Educação, gentileza e cordialidade são imprescindíveis em qualquer tipo de relacionamento (e, nesse caso, não é diferente). Portanto, seja cordial em todas as etapas, desde o processamento do pedido até sua entrega.

Erros podem acontecer, mesmo quando a parte que os cometeu fez de tudo para evitá-los. É preciso ter isso em mente e, caso alguma falha ocorra, lidar com a situação de forma tranquila. Assim, você poderá orientar o fornecedor sobre qual é a melhor maneira de resolver incidentes.

Uma forte parceria de negócios com sua fornecedora é muito benéfica para seu negócio. Com essa união, você será priorizado como cliente, conhecendo as novidades e obtendo os melhores preços ou condições de pagamento. Ao investir nessa relação, é possível garantir satisfação e economia.

Agora que você já entende melhor as parcerias de negócio entre fornecedores e clientes, entre em contato conosco

Aquecedores de piscina: quais as vantagens e como escolhê-los?

Aquecedores de piscina são um dos equipamentos mais interessantes para quem possui piscina em casa ou, até mesmo, uma empresa que ofereça aulas da natação ou similares. São eles que permitem que a temperatura da água esteja agradável, independentemente do clima no ambiente.

Com diversos modelos disponíveis no mercado, decidir qual se encaixa melhor na sua demanda pode tornar-se uma tarefa complicada. Mas não se preocupe! Neste post, explicaremos cada tipo e apontaremos as características de cada um deles, facilitando, assim, a sua escolha. Portanto, leia com atenção!

Aquecedores de piscina elétricos

Funcionam de maneira simples: transformam energia elétrica em energia térmica, elevando a temperatura da piscina. Apesar de o equipamento possuir um custo baixo, de cerca de 1500 reais, o gasto mensal é alto. Isso porque é necessário um grande uso de eletricidade para garantir seu funcionamento. Por esse mesmo motivo, ele não possui uma boa sustentabilidade ambiental.

Sua principal vantagem é conseguir atingir boas temperaturas, independentemente das condições climáticas.

Trocadores de calor

Apesar de ser um sistema elétrico, ele difere-se dos modelos convencionais no seu funcionamento, não convertendo energia elétrica diretamente em calor. Ao invés disso, ele retira ar quente do ambiente e aquece o gás que está dentro do equipamento. O calor desse gás é, então, transferido para a água.

Entre suas vantagens, podemos destacar sua instalação, que é rápida e fácil, e seu teor econômico, chegando a 80% de economia, quando comparado com outros modelos elétricos.

Já suas desvantagens estão no longo tempo de espera para atingir a temperatura desejada e no preço do equipamento em si, que é elevado, podendo chegar a 6 mil reais. Porém, a longo prazo, haverá retorno desse gasto inicial.

Aquecedores de piscina a gás

O funcionamento desse modelo também ocorre por intermédio de uma troca de calor, porém de maneira diferente. Há combustão de gás dentro de um recipiente, que esquenta progressivamente a água. Esse aumento de temperatura ocorre de maneira rápida, mas é preciso ficar atento ao dimensionamento da sua piscina: esse tipo de sistema é indicado para modelos de até 150 m3.

Apesar de o sistema não possuir um alto custo, seu gasto mensal com compra de gás pode ser um problema.

Aquecedores de piscina solares

Esse tipo de aquecedor é, de longe, a opção mais econômica e ecologicamente correta, por não utilizar energia elétrica. Ele se dá por meio da instalação de placas solares, geralmente no telhado, e utiliza a energia vinda do sol para fazer com que a temperatura aumente.

Caso não ocorra uma boa incidência solar, ele não exercerá sua função com máxima eficiência. Porém, em áreas com alta exposição de sol, ele pode funcionar de maneira tão satisfatória ou até melhor que outros modelos.

Apesar de o seu custo inicial ser um pouco elevado, ele possui o retorno mais rápido do investimento, devido ao seu perfil econômico.

Para garantir sua eficácia em qualquer época do ano, é indicado que ele seja instalado em conjunto com outros sistemas de aquecimento, como o trocador de calor.

Adquirir equipamentos como aquecedores de piscina é um ótimo investimento. Caso necessário, consulte profissionais capacitados para que eles possam avaliar qual modelo melhor atende às suas necessidades.

Nosso artigo te ajudou? Então, assine nossa newsletter e receba em primeira mão mais informações úteis para você!

O preço do aquecedor solar é o mais importante na hora da compra?

A energia solar já é mundialmente reconhecida como uma das maneiras mais eficientes e econômicas de se obter uma energia limpa, que não prejudica o planeta e que possui uma fonte inesgotável. Porém, quando os consumidores buscam por esse tipo de alternativa, é comum que eles se preocupem com o preço do aquecedor solar, e o vejam como uma desvantagem.

Mas será que o preço é realmente o mais importante na hora da aquisição desses produtos? Existem muitos outros fatores – tais como funcionamento, qualidade e tamanho – que devem ser levados em conta pelo cliente no momento da compra.

Quer saber mais sobre as características desse sistema? Neste post, nós explicamos quatro elementos que você precisa saber antes de vender um aquecedor solar. Confira!

Funcionamento

Antes de comprar um produto, é comum que o consumidor se interesse pela maneira pela qual ele funciona. O aquecedor solar utiliza a energia proveniente da luz do sol para aquecer placas ou coletores solares. A água então passa pela tubulação desses coletores e aquece ao entrar em contato com o calor que foi ali armazenado. Depois, é enviada a um reservatório técnico (boiler), responsável por repassá-la para as áreas de consumo.

Normalmente, esses equipamentos trabalham com um sistema auxiliar de energia elétrica ou a gás, que entra em funcionamento em dias nublados ou com chuva, nos quais os raios solares não são suficientes para a obtenção de energia.

É importante lembrar que um bom aquecedor solar é aquele produzido com materiais com grande poder de absorção de energia e pouca troca de calor, que conseguem manter a água aquecida de forma eficiente e por mais tempo.

Tamanho

Para adquirir o aquecedor ideal, é essencial que o cliente compreenda quais são suas necessidades diárias de energia para o aquecimento de água. Então, para fornecer o produto certo, você precisa saber quantos chuveiros e torneiras ele possui em sua residência (e qual a vazão de cada), além da frequência e duração aproximada dos banhos.

Com essas informações em mente, é possível calcular o tamanho do reservatório técnico e a quantidade de coletores que o cliente necessita em seu sistema de aquecimento. Por exemplo, para uma casa com 3 moradores, em que cada um utiliza 100 litros de água por dia, um reservatório de 300 litros é o suficiente. Já que cada coletor solar de aproximadamente 1,5 m2 é capaz de aquecer 100 litros de água, o cliente precisaria, nesse caso, de 3 coletores.

Qualidade

A qualidade é um fator essencial que deve ser levado em consideração na hora da aquisição de um aquecedor solar. Quanto maior a qualidade do produto, menor é o risco de apresentar problemas com o passar do tempo.

Por isso, para quem não gosta de ter imprevistos e gastos desnecessários, é essencial investir em um bom equipamento, produzido por uma empresa confiável e experiente no segmento.

Instalação

A instalação do aquecedor solar deve ser realizada sempre por uma empresa de confiança. Afinal, qualquer erro nesse processo pode comprometer o funcionamento do produto e o seu rendimento.

Devido a isso, é importante fazer com que o cliente compreenda que, se ele quer utilizar esse tipo de aquecimento de forma eficiente e segura, precisa contar com a ajuda de profissionais especializados para realizar a instalação.

Na hora de adquirir um sistema que permita utilizar a energia solar, existem muitos fatores que devem ser levados em consideração e que vão além do preço do aquecedor solar. Afinal, a compra de um bom produto é sempre um investimento, e adquirir um equipamento de qualidade e que atenda às suas necessidades certamente fará toda a diferença.

Quer saber mais sobre como funciona a instalação de um aquecedor solar? Então, não deixe de ler nosso manual sobre o assunto!

Economia de energia: 5 aparelhos que vão te ajudar a reduzir custos

A preocupação com economia e orçamento doméstico é recorrente na casa dos brasileiros, especialmente em tempos de crise. Uma energia que apresenta constantes aumentos e reajustes, como a que temos hoje, acaba pesando no orçamento se não for utilizada de forma consciente.

A economia de energia, além de contribuir para um mundo mais sustentável, permite a redução dos custos e alívio das contas no fim do mês. Aliado a isso, a tecnologia desenvolvida tem disponibilizado no mercado alguns aparelhos que facilitam essa tarefa. Listamos 5 deles para você começar hoje mesmo a reduzir os custos com energia. Acompanhe!

1. Lâmpada inteligente

A lâmpada inteligente é uma forma de economizar energia a partir do controle da luminosidade. Através de um interruptor já comumente utilizado por todos, a lâmpada inteligente torna possível o reconhecimento de comandos para controlar a intensidade da iluminação.

É o bulbo inteligente que ajusta a potência de acordo com a vontade do usuário. Dessa forma, a energia usada é o suficiente para atender a demanda do momento e não há desperdício.  

2. Ar-condicionado ecologicamente correto

O ar-condicionado que funciona alimentado por energia solar também é uma boa opção para quem quer economizar e reduzir os custos. Modelos ecologicamente corretos são apostas de empresas igualmente preocupadas com o meio ambiente e que valem o investimento.

3. Dispositivo conectado na tomada

Existe no mercado um dispositivo que, quando conectado ao aparelho, consegue dosar a quantidade de energia necessária para seu funcionamento, impedindo o gasto desnecessário. Desenvolvido para geladeiras, freezers, bombas de piscina e de hidromassagem, esse dispositivo proporciona uma economia de energia de até 35%.

Além disso, outra alternativa de economizar energia é observar os aparelhos que podem ser desconectados da tomada quando não estiverem sendo utilizados. Isso porque alguns, mesmo que desligados, continuam funcionando no modo stand by e acabam gastando energia.

4. Energia solar

Que a energia solar é uma alternativa mais econômica e ecológica para alimentar tanto residências quanto estabelecimentos comerciais não é surpresa para ninguém. Utilizar mais essa fonte de energia e de forma otimizada, garante redução na conta de luz e proteção ao meio ambiente.

Muitas empresas se especializaram na instalação das placas de energia solar e tornaram essa tecnologia mais acessível. Além disso, é possível encontrar objetos como coolers, carregadores portáteis e até powerbanks que já funcionam a partir de painéis de energia solar.

5. Chuveiro econômico

Alguns modelos de chuveiros também foram desenvolvidos com o objetivo de economizar energia. Eles podem ser um pouco mais caros que os modelos convencionais, mas representam, na verdade, um investimento, já que proporcionam no futuro uma redução da conta de luz.

Pronto para economizar energia com todas essas opções que o mercado oferece? Não só como uma boa alternativa para contribuir para um planeta sustentável, a economia de energia representa também uma forma de reduzir os custos domésticos. A preocupação com o orçamento pode ser substituída por mais qualidade de vida e estabilidade.

Gostou do nosso artigo? Então, aproveite e dê uma olhada em outras formas fáceis de economizar energia para que, cada dia mais, você possa usufruir dos benefícios dessa prática.

Sistema de aquecimento solar: como deixar a piscina mais gostosa em qualquer tempo

Existem localidades de clima muito frio que precisam que a piscina seja aquecida durante todo o ano, ou, pelo menos, metade dele. Mesmo em regiões tropicais, as pessoas deixam de aproveitar a piscina durante a madrugada e em dias nublados e chuvosos porque não estão à vontade com a temperatura da água.

Hoje já existem várias tecnologias para resolver esse problema, mas o sistema de aquecimento solar tem alguns benefícios únicos. Continue a ler e descubra-os!

Funcionamento do sistema de aquecimento solar

As placas solares feitas de material resistente à corrosão são instaladas em uma área de grande incidência solar e ao céu aberto, que pode ser tanto no telhado quanto no solo, e são direcionadas de forma a otimizar a capitação solar. Com a ajuda de uma motobomba (que em alguns casos pode ser o filtro da piscina), a água da piscina é enviada para as placas, onde absorve o calor. Esta circulação é realizada enquanto a temperatura externa for maior que a temperatura da água da piscina. Este controle é feita com a ajuda de um controlador digital.

Vantagens do sistema

Economia

Se você fizer uma pesquisa sobre os preços de instalação de sistemas de aquecimento, verá que existem alternativas mais baratas que o solar — como o elétrico, por exemplo. Muitas pessoas fazem uma escolha com base nessa informação, mas essa não é uma decisão sábia se você quer economizar.

O sistema de aquecimento solar precisa de placas de captação, transporte hídrico e tanque de armazenamento — esse último para manter a temperatura estável mesmo durante a noite e em dias nublados. Uma vez feito o investimento inicial, ele carece de apenas uma coisa: o sol. Isso significa que, salvo pela bomba que troca a água da piscina e pequenas manutenções, você terá custo zero durante todos os anos seguintes. É o sistema mais econômico a longo prazo.

A água aquecida pelo sol também pode ser utilizada para chuveiros e pias, o que reduz ainda mais a necessidade de gastos com energia elétrica.

Independência e versatilidade

Alguns sistemas carecem de fontes específicas, como gás ou lenha, que precisam ser adquiridos e transportados até o local de aquecimento. O sistema de aquecimento solar é completamente independente e não necessita de insumos exteriores. 

Isso torna o sistema mais prático e tira do administrador da piscina a preocupação com a manutenção de estoque da fonte de calor e o livra de surpresas desagradáveis, como um aumento abrupto no preço do gás ou mesmo uma paralisação no fornecimento — que pode acontecer por motivos técnicos ou geopolíticos.

Seja um sítio isolado do meio urbano com acesso por estrada de terra, um clube no meio da cidade ou ainda um apartamento de cobertura com uma pequena piscina, o aquecimento solar é capaz de suprir a demanda com autossuficiência e praticidade.

Ecologicamente correto

No momento atual, já não podemos consumir preocupados apenas com nossas necessidades individuais. O uso de fontes não renováveis, — como lenha, carvão e gás — é um problema ambiental grave que precisa ser solucionado com urgência. 

A energia hidrelétrica — principal matriz brasileira — é uma fonte renovável e, durante muito tempo foi considerada limpa, mas não é bem assim. As grandes áreas alagadas causam impactos nas populações tradicionais, como povos ribeirinhos e indígenas, além de colocarem toda a vegetação submersa em estado de decomposição e impossibilitarem o fluxo migratório de inúmeras espécies.

O sistema de aquecimento solar é verdadeiramente renovável — o sol nunca se esgota! — e sustentável, com o menor impacto possível ao meio ambiente.

Agora que você conheceu as vantagens desse sistema incrível, curta nossa página no Facebook e receba todas as novidades diretamente no seu feed de notícias!

4 dicas incríveis para vender aquecedor solar na sua loja

Diante das mudanças climáticas e da necessidade de preservação ambiental, projetos que promovam a sustentabilidade têm ganhado destaque nas construções de casas, empresas, condomínios, prédios, etc. Nesse contexto, vender aquecedor solar na sua loja pode ser um ótimo negócio.

O mercado de geração de energia solar tem crescido significativamente no Brasil. Com sol praticamente o ano todo, a enorme capacidade solar do país tem se refletido no mercado, que apresentou crescimento de 8% em relação ao ano anterior e está entre os 5 países com melhor desempenho no mercado.

Se você atua na área de vendas de aquecedor solar e quer saber mais sobre o assunto, continue lendo este artigo e veja algumas dicas que vão te ajudar a aumentar as vendas e, consequentemente, a margem de lucro. Confira.

Dicas para vender aquecedor solar na sua loja

Hoje, cada vez mais pessoas optam por matrizes energéticas renováveis e limpas, o que contribui para o crescimento de todo o setor de produção, vendas e instalação de equipamentos para geração de energia e aquecimento solar.

Essa positiva consciência ambiental se reflete no aumento nas vendas, mas será que sua equipe está preparada para esclarecer as dúvidas e oferecer as informações de maneira adequada ao consumidor?

Veja algumas dicas que podem te ajudar:

Entenda a necessidade do cliente

Antes de vender, é preciso conhecer a fundo a realidade do cliente para oferecer a melhor solução de acordo com o caso específico, afinal as necessidades de um consumidor doméstico são diferentes de uma empresa, comércio, escola, etc.

Como o aquecedor solar é uma solução aplicável para diversas obras e finalidades, entender a necessidade do cliente é fundamental na hora de oferecer um diagnóstico preciso.

Conheça os benefícios do produto

Treine todos os seus vendedores de modo que eles saibam exatamente para que serve seu produto, com suas funcionalidades, vantagens e benefícios. Dessa forma, eles estarão preparados para esclarecer todas as dúvidas dos clientes, o que vai dar autoridade à sua marca.

Concentre-se em oferecer soluções genuínas

Com o mercado cada vez mais concorrido, é preciso se diferenciar. Para isso, ofereça soluções genuínas, que os concorrentes não são capazes de oferecer.

Invista no atendimento completo, esclarecimento das dúvidas, pós-venda eficiente e condições de pagamento diferenciadas, entre outros, sempre tendo como foco a satisfação e fidelização dos clientes.

Saiba quando afirmar a sua experiência em vendas

Tendo entendido bem a necessidade do cliente, apresentado todos os seus benefícios e oferecido soluções genuínas, ficará muito mais fácil sua empresa se tornar referência no setor.

Lembre-se sempre: quanto mais conhecimento sobre a solução oferecida e seu correto funcionamento (até mesmo com informações mais técnicas, caso haja necessidade), melhor para a consolidação da autoridade da sua marca no assunto.

Neste artigo falamos sobre algumas dicas para vender aquecedor solar na sua loja. Como vimos, esse é um mercado promissor, que tem crescido constantemente nos últimos anos devido à busca por meios de consumo sustentáveis e ecologicamente corretos, além de fatores financeiros também.

Se quiser saber um pouco mais sobre o tema, veja este artigo do nosso blog sobre os valores para se instalar e manter um aquecedor solar: Quanto custa um aquecedor solar? Descubra aqui!

Vale a pena ter um coletor solar para casa? Descubra aqui!

Nos últimos anos, a procura por sistema de aquecimento de água vem crescendo a cada dia. Isso porque para quem está construindo ou reformando, e quer ter mais economia na conta de energia elétrica, o aquecimento solar é o mais viável e com melhor custo-benefício que outros sistemas convencionais.

Mas será que o coletor solar para casa é a melhor escolha? Continue lendo esse artigo e descubra!

O que é um coletor solar para casa?

O coletor solar é um sistema simples de aquecimento de água, que normalmente é instalado no telhado ou na laje das casas.

O equipamento é composto por placas de captação que absorvem a radiação solar em um reservatório térmico, também conhecido como Boiler, que manterá a água quente para ser utilizada na residência.

Como esse sistema funciona?

No processo de aquecimento, a radiação solar é captada através das placas coletoras e estas, por sua vez, recebem um tratamento especial para melhor absorção da energia do sol.

O calor armazenado é transferido para as tubulações contendo serpentinas e, assim que a água passa, é aquecida e desloca-se para o reservatório do aquecedor solar — onde ela será armazenada e mantida aquecida para ser utilizada posteriormente.

Pelo sistema termossifão — composto pelos painéis solares e o reservatório térmico — a água circula por convecção, onde a parte quente e menos densa fica na parte superior do reservatório e a água fria, mais densa, desce, criando uma circulação natural.

Como ele pode ser útil no aquecimento de água?

Para aquecer a água — seja do chuveiro, seja da torneira —, os recursos mais comuns utilizados em residências são a energia elétrica ou os sistemas a gás. Mas, entre essas opções, o sistema de aquecimento solar pode ser a melhor escolha.

Apesar do custo de instalação ser maior que os demais, uma vez instalado há uma redução significativa do consumo de energia elétrica. Além disso, o coletor solar para a casa é um sistema mais seguro do que o aquecedor a gás e mais útil que o sistema elétrico, pois mesmo com a queda de energia a água quente ainda estará disponível para consumo.

Quais são as vantagens de um coletor solar para casa?

Dentre as principais vantagens que essa tecnologia pode oferecer estão:

  • alta durabilidade do equipamento, sendo de aproximadamente 20 anos;
  • fácil operação do sistema;
  • manutenção de baixo custo;
  • economia de energia significativa;
  • diminuição na utilização de combustíveis fósseis;
  • fonte de energia limpa, gratuita e inesgotável para aquecer a água;
  • montagem segura e pode ser integrado em outros sistemas já existentes.

Assim, o coletor solar para casa pode ser um bom investimento no momento de escolher a melhor solução para garantir a água aquecida, diminuir a conta de energia e não impactar o meio ambiente. Por isso, não deixe de conhecer todos os detalhes desse produto!

E você, ficou interessado em instalar esse equipamento na sua residência? Quer conhecer mais sobre o coletor solar para casa? Então entre em contato conosco e tire todas suas dúvidas agora mesmo!

3 tipos de aquecedores de água para vender em sua loja

A procura por aquecedores de água aumentou bastante nos últimos anos, assim como a preocupação com a economia de energia elétrica. Isso mostra que vender diversos tipos de aquecedores de água em uma loja é essencial para atender às necessidades dos clientes, levando em consideração que cada aparelho possui funcionalidades distintas.

No post de hoje, mostraremos quais são os principais tipos de aquecedores de água que não podem faltar na sua loja. Conheça cada um deles e saiba quais são suas principais características!

1. Aquecedor a gás

No geral, existem dois tipos de aquecedores a gás: de acumulação e de passagem. É interessante saber que ambos podem ser usados tanto com gás natural — aquele que é encanado e está disponível principalmente nas cidades — como o GLP, o gás tradicional de botijão.

De qualquer forma, ao disponibilizar esses aparelhos em sua loja, é importante orientar os clientes sobre o tipo de gás que será usado, para evitar qualquer tipo de problema.

Aquecedor a gás de passagem

Com modelagens mais simples ou eletrônicas, esses aquecedores são bastante eficientes no controle de energia e, apesar de menores, são capazes de aquecer rapidamente a água que passa por sua tubulação.

Contudo, a única desvantagem é simples: ao ligar o chuveiro ou abrir a torneira, a água que já estava parada no cano é a primeira a sair e vem fria, pois não há como aquecê-la.

Aquecedor a gás por acumulação

Maior do que um aquecedor a gás de passagem, o de acumulação é um tipo que oferece vantagens especiais. Uma delas é a capacidade de armazenar água quente em seu interior, o que também permite sua rápida circulação até o ponto de acesso.

Para quem procura aquecedores para atender diversos pontos — como dois chuveiros em uma mesma casa, por exemplo — esse tipo de aquecedor é o mais recomendado. Ele também é útil para demandas maiores, como para banheiras.

2. Aquecedor elétrico de acumulação

Também chamado de boiler, esse aquecedor possui formato de cilindro e é mais eficaz na produção de água quente. Ele é eficiente em locais com diversos pontos de aquecimento.

Entretanto, devido à alta capacidade e ao aquecimento feito por resistência elétrica, os aquecedores elétrico de acumulação são menos econômicos, especialmente quando servem a mais de um ponto.

Uma solução para esse problema é vender timers — temporizadores que servem para programar o melhor horário de funcionamento. 

3. Aquecedor solar

Os aquecedores solares estão entre os mais adquiridos pelos consumidores. Por isso, é essencial disponibilizar a opção em sua loja. Por ser um modelo que agrega mais sustentabilidade, esse aquecedor exige a exposição à insolação. O aquecedor solar é mais vantajoso quando existe uma demanda frequente e constante de água quente — assim, não é indicado para clientes que não necessitam água quente todos os dias, o que causaria um payback mais longo.

Por outro lado, para adquirir um aquecedor solar, o investimento é um pouco alto, mas a economia de energia também apresenta vantagens ao longo do tempo.

Aprendeu tudo o que precisava sobre esses 3 tipos de aquecedores de água que precisam ser vendidos em sua loja? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Então, deixe seu comentário em nosso post! 

Equipamentos e produtos indispensáveis para piscina

Folhas na superfície da água e resíduos no fundo e nas paredes da piscina: essas são algumas das situações que deixam muito gente incomodada e tiram a vontade de dar aquele mergulho, não é mesmo? No entanto, existem alguns equipamentos e produtos para piscina que vão sempre deixá-la convidativa para o uso.

Há alguns para facilitar a limpeza da piscina e outros para identificar a quantidade de pH ‫― prevenindo possíveis inflamações na pele do banhista. Há, ainda, aqueles que auxiliam no aquecimento da água.

Quer saber mais? Continue a leitura do post e conheça 5 produtos indispensáveis para ter na sua área de piscina. Confira!

1. Peneira cata-folhas

Inevitavelmente, nas casas com árvores ou plantas menores em volta da área da piscina há acúmulo de folhas na água. Para retirá-las, é fundamental ter uma peneira apropriada. Escolha aquela que não tenha uma trama muito espessa. Assim, fica mais fácil retirar a sujeira.

2. Estojo de medição de pH

Irritações nos olhos, na pele e nas mucosas: essas são algumas das consequências para os banhistas quando o pH da água está baixo. É preciso verificar como está esse fator antes de disponibilizar a piscina para o banho.

Por meio do kit de testes de pH, é possível fazer a verificação correta e tomar as devidas providências ― dependendo da condição da água.

3. Cabo telescópico

Uma piscina suja não é algo nada convidativo para um banho. Para fazer uma limpeza adequada da piscina, é essencial a utilização do cabo telescópico.

Ele permite que se retire resíduos tanto da superfície quanto do fundo e das paredes da piscina. Recomenda-se que o tamanho do cabo seja suficiente para atravessar sua piscina de uma ponta à outra.

4. Escova curva

A escova da piscina também é um dos equipamentos indispensáveis. Assim que você notar o surgimento de manchas nas superfícies da piscina, encrustações e acúmulo de sujeira, já está na hora de usar a escova.

As melhores são aquelas com curvatura, pois possuem cerdas ligeiramente inclinadas em suas extremidades, facilitando a escovação de pontos difíceis de difícil alcance da piscina.

5. Aquecedor solar

Durante o outono ou o inverno, ir para a piscina pode não ser uma boa ideia: essa é uma realidade para quem não tem aquecedor na piscina, mas aqueles quem têm podem aproveitar os dias frios ajustando a temperatura da água da forma como acharem mais agradável.

No entanto, os modelos de aquecedor de água a gás e elétrico são extremamente caros e impactam bastante no consumo de energia.

Uma ótima recomendação é investir no aquecimento solar. Ele é um processo de geração de energia totalmente sustentável, que otimiza o uso da sua piscina e apresenta um custo de manutenção muito baixo.

Esses foram alguns dos produtos para piscina que não podem faltar na sua casa. É importante também conhecer maneiras de economizar a água da piscina: fazer manutenções constantes e manter uma rotina de limpeza são algumas das atitudes recomendáveis. Afinal, desperdiçar água faz mal para o seu bolso e para o planeta.

E aí, quais os produtos que você utiliza para deixar a piscina limpa? Conte para a gente deixando seu comentário neste post!