4 curiosidades que você não sabia sobre aquecimento de piscina

Ter uma piscina aquecida é o desejo de muitas pessoas. Inclusive, essa não é uma vontade difícil de entender. Afinal, o conforto térmico permite aproveitar essa opção de lazer mesmo nos dias mais frios ou durante o período noturno, por exemplo. Por vários motivos, o aquecimento solar de piscina é uma tecnologia muito procurada atualmente.

A opção de utilizar a luz solar para promover o aquecimento da água proporciona, além do conforto, outro benefício importante: maior economia em relação a outros sistemas.

Essa é, aliás, uma das grandes dúvidas de consumidores que desejam instalar um sistema para garantir a água quente em sua piscina. É possível promover o aquecimento gastando pouco para mantê-lo? Saiba que a melhor alternativa para isso é a opção pela energia solar.

Quer entender mais sobre o tema? Acompanhe nosso post e descubra como ter água quente o ano inteiro gastando pouco!

Saiba mais sobre o aquecimento solar de piscina

Como explicamos, o uso de energia solar para o aquecimento de água é uma tecnologia sustentável, já que utiliza uma fonte de geração renovável. Além disso, é uma alternativa viável do ponto de vista econômico.

O sistema é composto por painéis coletores específicos para piscinas, que absorvem a luminosidade. Em seu interior, existem tubulações, pelas quais a água passa a ser aquecida. Com a incidência do sol, as placas se aquecem e transferem o calor para a água.

Vale explicar que os coletores solares para piscina são fabricados com um material diferente dos residenciais. A razão disso é que os produtos químicos utilizados para a limpeza da água da piscina podem danificar os tubos de metal. As placas mais tradicionais são produzidas em polipropileno.

Para que o sistema funcione adequadamente, é necessário utilizar também uma bomba de circulação, que leva a água da piscina para os coletores, e um controlador de temperatura. Por essa razão, o aquecedor solar para piscinas não dispensa completamente o uso de energia elétrica. Porém, seu consumo é reduzido, e a alternativa é mais econômica se comparada a outras tecnologias.

A própria piscina funciona como reservatório térmico, armazenando água quente, o que dispensa o uso do boiler. Em localidades com boa incidência de sol, o sistema funciona muito bem. No entanto, para garantir a eficiência em uma sequência de dias nublados é possível fazer a instalação em conjunto com outros sistemas de aquecimento, como um trocador de calor ou aquecimento a gás. Isso é especialmente importante para piscinas comerciais.

Confira algumas curiosidades sobre o uso de aquecimento solar em piscinas

Muitos consumidores desconhecem os benefícios do uso da energia térmica. Além de dúvidas sobre a utilização do reservatório térmico, ainda existem mitos que geram questionamentos. Confira algumas curiosidades a seguir.

1. A energia solar é viável para o aquecimento de piscinas?

Independentemente do volume de água, a resposta, sem dúvida, é afirmativa. A energia solar é a forma mais econômica e sustentável de aquecer a piscina. Essa é uma fonte de energia limpa e renovável, que permite reduzir o consumo de eletricidade ou de outros combustíveis.

Além disso, ainda existem outros benefícios para quem instala um sistema baseado no uso de energia solar, como valorização do imóvel e estímulos por parte da administração pública, por exemplo, a redução do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para edificações que apostam na tecnologia.

Powered by Rock Convert

2. Como é o funcionamento de um aquecedor solar de piscina?

O funcionamento não tem mistérios. Como explicamos, a água circula pela tubulação dos painéis coletores, que absorvem e transferem o calor. No caso de piscinas, a água é bombeada pelo sistema hidráulico, sendo levada até as placas.

Depois de aquecida, ela retorna para a piscina, que funciona como um reservatório térmico. Por isso, é indicado o uso de uma capa térmica, que manterá a temperatura da água constante. Dessa forma, as placas que fazem a coleta de energia solar vão apenas repor a perda térmica que aconteceu durante o dia.

O sistema é incorporado à casa de máquinas e a água só passa pelos coletores quando a bomba for ligada pelo controlador digital. Além disso, as placas são drenadas automaticamente, o que evita que aconteçam inconvenientes, como danos na tubulação e superaquecimento.

3. Quais são as vantagens do aquecedor solar para piscina?

As vantagens do uso de placas solares para o aquecimento de piscinas podem ser sentidas tanto no bolso quanto na natureza. Em comparação com sistemas de aquecimento de água elétricos ou a gás, o custo do uso de energia térmica é bastante reduzido, já que se trata de uma fonte renovável, e os equipamentos demandam baixa manutenção.

No sistema de aquecimento solar, apenas a bomba consome eletricidade.

Já para o meio ambiente, o crescimento do uso de fontes alternativas de geração contribui para a redução da necessidade de acionamento de usinas térmicas, baseadas na queima de hidrocarbonetos, com elevado potencial poluente.

Além disso, como já citamos, a instalação de um sistema de geração de energia térmica é um investimento que traz retorno rápido e valoriza o imóvel, em caso de venda ou aluguel. Outro benefício é que o custo de manutenção é baixo, bastando uma verificação periódica dos componentes. A vida útil do sistema é estimada em 15 anos.

4. O aquecimento de piscina funciona mesmo no inverno?

Sim, essa dúvida é um dos grandes mitos do mercado! O aquecimento solar não está restrito aos dias de sol e calor, basta a luminosidade para manter a temperatura da água confortável durante todas as estações do ano. Como visto, a dica para ajudar a manter a temperatura é usar uma capa térmica, que vai contribuir para evitar a troca de calor com o ambiente externo, muitas vezes mais frio do que a água interna da piscina.

Em piscinas exploradas comercialmente, como em hotéis, spas e academias, pode ser necessário o uso de um sistema auxiliar, como a gás, elétrico ou trocador de calor. De qualquer maneira, o uso de energia solar, que é renovável, apresenta grandes vantagens econômicas.

Entenda a importância de dimensionar corretamente o sistema de aquecimento solar para piscina

Na verdade, o investimento para a instalação de um sistema de aquecimento solar depende de alguns pontos, como:

  • quantidade de insolação na região;

  • existência de local adequado para instalação dos painéis, que permita a maior incidência de luminosidade;

  • área da piscina a ser aquecida.

Assim, é fundamental que o sistema seja dimensionado de forma adequada. Lembre-se de que o aquecimento solar de piscina é uma solução vantajosa, com baixo custo de instalação e de manutenção, além de boa durabilidade.

Para garantir o melhor custo-benefício na instalação, é fundamental escolher uma empresa com sólida experiência no setor e que priorize a qualidade e a eficiência dos equipamentos e instalações. Entre em contato conosco, a Kisoltec é referência no mercado e tem uma equipe disponível para prestar todas as informações necessárias ao seu projeto!

Powered by Rock Convert

2 thoughts to “4 curiosidades que você não sabia sobre aquecimento de piscina”

    1. Olá, tudo bem?

      No verão, a grande preocupação é o aquecimento da piscina acima da temperatura desejada. Nestes casos, o controlador do sistema (normalmente um controlador digital) deve ser configurado para interromper a circulação de água entre a piscina e os coletores solares quando a mesma se encontra na temperatura desejada.

      Um grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *