Saiba como atrair clientes para sua loja de material de construção

Você sabe como atrair clientes para sua loja? Com o mercado segmentado e o aumento da concorrência, é necessário utilizar ferramentas matadoras de marketing para alcançar um número cada vez maior de potenciais consumidores.

Não sabe por onde começar? Fique tranquilo! Confira, aqui, algumas dicas que tornarão sua empresa uma campeã de vendas!

Preocupe-se com o relacionamento com o cliente

O processo de vendas é diretamente impactado pelo contato com o consumidor. Ou seja, uma venda pode ser bem ou mal sucedida pela abordagem adotada. Sendo assim, demonstre interesse pelo cliente, compreenda quais são suas demandas e apresente soluções aos problemas apresentados.

Uma abordagem que simplifica essa etapa é listar as questões a verificar e atender junto ao comprador.

Use as redes sociais

Sem dúvida, as redes sociais são o melhor caminho para geração de leads, pois representam uma ótima forma de interagir com os clientes. Por isso, é importante construir uma imagem sólida da empresa online. Nesse sentido, adote algumas medidas:

  • produza conteúdo de qualidade e direcionado ao seu público;
  • divulgue produtos e serviços;
  • estabeleça uma relação de credibilidade com seu cliente;
  • direcione os anúncios;
  • converse com seu consumidor.

Não esqueça que a entrega de conteúdo relevante faz com que o consumidor procure a empresa já conhecendo o produto ou serviço oferecido e com uma relação de confiança previamente estabelecida.

Utilize inbound marketing

Essa estratégia, também chamada de marketing de atração, objetiva aproximar consumidores de forma voluntária. Tal método conquista os potenciais compradores, resultando em maior geração de vendas e reconhecimento da empresa. Diferentemente do marketing tradicional, o inbound faz com que os clientes procurem seu estabelecimento.

A sequência a adotar é: atrair o consumidor e estabelecer relacionamento utilizando conteúdos elaborados para o perfil do cliente. Note que essa técnica está de acordo com o uso de redes sociais para divulgação da empresa e prospecção.

Não seja apenas mais um fornecedor

Utilizar ferramentas como o Google possibilita conhecer diversas empresas do mesmo ramo. Por isso, entregue a seu cliente um produto ou serviço diferenciado. As vendas são consequências diretas do valor demonstrado pela empresa.

Utilize os conceitos de geração de conteúdo e inbound marketing para expressar a seus consumidores as razões pelas quais eles devem escolher sua empresa.

Planeje o marketing digital

Para ser eficaz, é necessário que a empresa estabeleça um plano de marketing que considere o público-alvo e as melhores alternativas para alcance de público.

A primeira etapa é, sem dúvidas, definir os objetivos almejados. Depois de estabelecidos os objetivos, selecione o perfil potencial de comprador para seu produto, o que auxiliará a definir qual canal de comunicação utilizar.

Organize as publicações e conteúdos, desde os itens a tratar até a periodicidade de postagens. Trabalhe com uma equipe capacitada, pois será o primeiro contato do consumidor com sua empresa.

Por fim, a última etapa do marketing é monitorar se as medidas adotadas estão atingindo os resultados planejados.

Organize promoções

Uma alternativa para atrair novos clientes é a oferta de condições especiais de aquisição. Divulgue as promoções nas redes sociais e canais de marketing adotados pela empresa. Verifique a taxa de conversão entre o público alcançado e as vendas geradas. Dessa forma, é possível saber se a técnica utilizada está trazendo resultados.

Não se esqueça: tão importante quanto saber como atrair clientes, é manter os consumidores anteriores satisfeitos. Portanto, invista também no relacionamento pós-venda!

Gostou do conteúdo? Compartilhe este post em suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essas dicas!

Como aumentar as vendas em meu negócio?

Quando o assunto é potencializar as vendas do negócio, não tem empreendedor que não se interesse. Nada mais natural, já que independentemente do produto ou serviço que você ofereça, todo mundo quer vender mais e aumentar a margem de lucro, certo?

A boa notícia é que existem algumas alternativas que podem te ajudar nessa tarefa. Ficou interessado? Então descubra aqui como aumentar as vendas no seu negócio e conquistar resultados ainda mais consistentes. Vamos juntos nessa? 

Tenha seu objetivo em mente

Quer coisa pior que gente que não sabe onde quer chegar? Esse ponto pode ser destruidor para qualquer negócio — e não seria diferente no seu caso. Portanto, aja de forma planejada, traçando metas e planejamentos para atingir cada um de seus objetivos. Não se esqueça de também seguir uma estratégia de crescimento.

Pense que não adianta sair atirando para todos os lados se você não sabe nem mesmo quem é seu público alvo. Então pare, planeje e tenha um objetivo traçado com clareza. Esse ponto é indispensável para seu negócio deslanchar! 

Conheça muito bem seu cliente

Se você conhece bem quem quer atingir, fica bem mais fácil ter resultados positivos nesse sentido. Então, deixe de achar que é perda de tempo e investigue seu público. Entenda seus gostos, como é a melhor forma de abordá-lo e todos os outros detalhes que considerar pertinentes.

Faça perguntas e sonde, essas informações são valiosíssimas! Assim fica mais fácil vender seu produto e fazer com que as pessoas comprem sua ideia.

Acredite no seu produto

Se você não confia no que vende a tarefa fica consideravelmente mais difícil. Por isso, seja a primeira pessoa a crer no que está comercializando. Isso acaba sendo repassado em efeito cascata, atingindo os outros colaboradores e principalmente seu time de vendas.

Pense que você tem a melhor solução e assim as pessoas acreditarão em você. Lembre-se: você deve ser seu fã número 1!

Faça uma análise 360º

Uma análise desse tipo é a mais completa de todas. Isso significa que é hora de considerar os fatores externos e internos para descobrir tudo que pode influenciar no desempenho de vendas de uma empresa.

Se você quer saber como aumentar as vendas, então precisa dedicar um tempo a isso. Para fazer uma análise ainda mais completa, considere também o mercado e seus concorrentes. Ponderando todos esses pontos fica bem mais fácil saber como atuar, concorda? 

Encante seu cliente

Em um mercado com tantas marcas disponíveis, o que pode fazer com que seu cliente opte exatamente por você? O encantamento que sua marca provoca! Venda com entusiasmo, mostrando os diferenciais do seu produto/serviço. Assim, o cliente tem mais chance de sentir o seu negócio de maneira mais positiva.

Além disso, tenha paciência. Nada de partir para cima dele e convencê-lo “à força”. Dê o espaço e o tempo que ele precisa para tomar a decisão, mas esteja sempre por perto oferecendo o que ele precisa. Aqui, o equilíbrio é a chave.

Mão na massa é indispensável para quem quer colher os frutos do planejamento. Agora que você já sabe como aumentar as vendas, não deixe de colocar esses pontos em prática e garantir os resultados que planejou.

Conhece outra alternativa que traga bons resultados? Comente no espaço abaixo e ajude outras pessoas como você! 

Contratação de funcionários: forme uma equipe de vendas campeã!

Saber realizar uma boa contratação de funcionários é um dos passos mais importantes para conseguir uma empresa de sucesso. Afinal, eles representam o contato direto entre o consumidor e o seu negócio.

Conseguir uma boa equipe e treiná-la é um dos pilares para que o seu negócio aumente as vendas, possibilitando seu mantimento e expansão.

Neste post iremos te dar orientações a serem consideradas na hora de contratar novos empregados. Então, fique atento e leia até o fim!

Determine claramente o tipo de profissional procurado

O primeiro passo, antes mesmo de se pensar em analisar candidatos, é saber qual o tipo de vaga que será preenchida. Só assim será possível você ter certeza do modelo de profissional que você está buscando.

Trace um perfil completo, constando as qualidades e defeitos, além de características gerais que o candidato deve possuir para o preenchimento dessa vaga. Esse perfil pode ser feito baseando-se em outros profissionais com o mesmo cargo ou com suporte de empresas de consultoria de recursos humanos.

Valorize o conhecimento técnico

Um funcionário com conhecimento técnico em vendas possui um valor imenso. Ele estará previamente preparado para otimizar as vendas da sua loja, utilizando seus saberes e meios para aumentar sua lucratividade.

Além disso, o treinamento dado será melhor aproveitado por profissionais já capacitados e eles já terão alta habilidade ao lidar com clientes.

Escolha um método de seleção adequado para a sua contratação de funcionários

A seleção pode ser vista como um filtro de candidatos. Dessa forma, ela deve ser adequada para o tipo de empresa que você dirige e o tipo de profissional que você busca.

Afinal, apesar de muitos candidatos possuírem boas qualidades que os tornariam bons vendedores para certos tipos de companhias, talvez não sejam convenientes para o seu negócio.

Essa seleção deve ser feita por profissionais de recursos humanos e pode ser até mesmo terceirizada. É um investimento que vale a pena para encontrar o profissional ideal.

Analise o currículo de forma aprofundada

Ao receber currículos, saiba analisá-los de forma profunda e cautelosa. Procure verificar a veracidade das informações, buscar recomendações de empresas antigas e checar o trabalho do profissional.

Dessa forma é possível conhecer melhor o candidato e traçar o seu perfil, podendo então constatar se ele é adequado ao perfil que sua firma busca.

Invista em treinamento para os novos contratados

É importante saber que os funcionários não estão prontos para o trabalho de imediato. Apesar de possuírem características e habilidades propícias para a realização de suas funções, ao chegarem em uma nova empresa eles precisarão de treinamento.

Essa parte é essencial. Só assim os profissionais estarão realmente preparados para as tarefas necessárias, pois é essa capacitação que os deixarão a par do funcionamento interno da empresa, do que será esperado deles e como o ofício deverá ser realizado.

Muitas vezes bons profissionais não conseguem atingir as metas esperadas simplesmente porque não foram devidamente treinados para isso!

É trabalho de toda boa gestão de equipe de vendas conhecer a fundo os profissionais que a compõe e saber como mantê-los. É preciso identificar os melhores contratados e aquilo que os satisfazem, suas metas dentro da companhia e lhes proporcionar motivação, valorizando seu trabalho.

Apesar da contratação de funcionários ser importante e trazer uma sensação de ar fresco para a empresa, profissionais com experiência dentro da sua companhia trabalharão de forma otimizada, por já conhecerem o funcionamento interno de sua firma. 

Esse post te ajudou? Então curta nossa página no Facebook e receba mais informações em primeira mão no seu feed!

Confira 4 dicas para organizar seu depósito de material de construção

Para manter o sucesso de sua loja, é essencial se atentar a detalhes fundamentais que, caso não sejam devidamente cuidados, podem colocar em xeque a qualidade do serviço prestado.

E um deles está relacionado ao estoque. Uma má gestão nesse setor pode fazer com que você tenha problemas com a qualidade dos produtos oferecidos, bem como perder o controle dos produtos que estão armazenados.

Para ajudar o trabalho em seu negócio e aumentar as suas vendas, que tal conferir 4 dicas para organizar seu depósito de material de construção?

1. Mantenha o local limpo e organizado

A qualidade dos produtos oferecidos está diretamente relacionada às condições do depósito de material de construção. Se o local não estiver devidamente limpo, provavelmente ocasionará diversos danos, tais como avarias, mofo e poeira excessiva.

Aliada à higiene, a organização é fundamental para uma melhor visualização do que está presente no estoque.

A depender do tipo de produto estocado, deve-se ao menos uma vez na semana realizar uma higienização completa do depósito. Também é importante checar se todos os itens estão devidamente organizados, criando um sistema de identificação rápida que permita os funcionários encontrar o que desejam e, posteriormente, caso necessário, devolvê-los ao local de origem sem maiores problemas.

Por isso é essencial que você mantenha o depósito sempre limpo, iluminado e arejado para evitar depreciações que resultem em prejuízos. Treine seus funcionários para manter essa organização durante a rotina de trabalho.

2. Organize os produtos de acordo com a demanda da loja

Sempre deixe de forma mais acessível os produtos que tenham uma maior saída cotidiana. Dessa forma, quando os funcionários precisarem verificar ou pegar algum produto, conseguirão encontrá-lo mais facilmente.

Além de melhorar o tempo de atendimento, esse tipo de disposição permite que o vendedor não precise alterar a localização de peças de menor demanda a fim de encontrar o que deseja, evitando uma distribuição desalinhada de produtos.

3. Tenha uma boa reposição de estoque

Outro ponto essencial é manter uma boa reposição de estoque. Realizando compras estratégicas contínuas pode-se manter um depósito menor, com menos itens. E, com menos produtos disponíveis ao mesmo tempo, evita-se possíveis bagunças no local.

A partir dessa ação, também, você conseguirá melhorar o giro de estoque, evitando perdas de materiais. Devido a maior necessidade de controle dos itens disponíveis, evita-se pedidos errados e produtos encalhados.

4. Utilize um software de gestão de estoque

A melhor forma de manter o depósito organizado, além de zelar pela organização física do espaço, está relacionada ao uso de um software de gestão de estoque.

Esse uso evita perda de tempo com conferências manuais, otimizando o serviço da pessoa responsável por esse controle. Também se diminui as chances de erros humanos, já que o sistema automatizado aponta o momento correto de realizar determinados pedidos, bem como as proporções adequadas.

Seguindo essas dicas você consegue manter não só um depósito de material de construção devidamente organizado, mas também observar como isso leva a um maior controle do estoque e no planejamento de vendas. Essa combinação é essencial para o sucesso da sua loja.

Achou esse conteúdo interessante? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude seus demais colegas de trabalho!

Visual da loja: 4 dicas para deixar sua loja de material de construções mais atrativa

Todo estabelecimento que deseja satisfazer os seus clientes deve considerar todos os detalhes de seu funcionamento. Por isso, o visual da loja de material de construção não pode ser pensado como um aspecto puramente estético. É preciso enxergá-lo como um auxiliar na busca pela satisfação do cliente e do aumento de vendas.

A aparência é, afinal, o seu cartão de visitas para os clientes e para o mercado. Muitas pessoas acreditam que uma melhora nesse sentido é trabalhosa e traz altos gastos, mas isso não é necessariamente verdade.

Neste post nós traremos daremos 4 dicas para que você aperfeiçoe visualmente sua loja de maneira simples e eficaz. Vamos lá?

1. Invista em uma vitrine bonita e chamativa

A vitrine da sua loja é o primeiro impacto que seus potenciais clientes recebem. Não é à toa que boutiques tem uma grande preocupação nesse ponto e exibem ali suas melhores peças com a melhor disposição possível para destacar cada item. O mesmo deve ser aplicado num comércio voltado para a construção.

Escolha materiais com um maior caráter decorativo, como pisos com acabamentos diferenciados, por exemplo. Porém, tenha cuidado e seja seletivo. É importante decorar, mas a vitrine não pode ficar muito cheia. Ela deve ser mais limpa para que o cliente consiga assimilar com facilidade as vantagens de cada produto.

2. Organize os produtos de maneira adequada

Organização é um ponto-chave na loja e, ao observar os produtos dispostos adequadamente, o cliente sentirá maior confiança no local.

O ideal é criar setores para cada grupo de material, placas com indicações e o preço em etiquetas colocadas nos produtos. Essa disposição harmônica facilita até mesmo para que os vendedores encontrem os produtos que a clientela desejar.

Além disso, é interessante colocar apenas a quantidade de produtos essencial para compor a exposição. O estoque deve ficar em anexo, para que o estabelecimento não passe uma ideia de acumulação e libere espaço para que as pessoas transitem livremente.

3. Cuide bem da sua fachada

A fachada tem grande importância para o visual da sua loja. É preciso que ela transmita a identidade do seu empreendimento e combine com o seu interior. Assim, selecione bem as cores e o letreiro.

Como ela deve ser bem visível à noite, a iluminação é um fator significativo que deve ser lembrado. É importante mantê-la sempre limpa, sem rachaduras e pichações. Isso também deve ser aplicado à calçada, pois ela também faz parte da fachada.

4. Decore a loja adequadamente

É importante criar uma identidade visual para o seu estabelecimento. Isso pode ser trabalhado com pinturas, acabamentos e decoração. Na hora de decidir como realizar esse processo, leve em consideração o perfil do seu cliente, a imagem que a sua empresa deseja passar e o espaço em si.

Cuidar do visual da loja é prezar pelo seu relacionamento com os clientes e com o mercado em si. Aprimorar-se nesse sentido é fundamental e é um investimento com retorno. Por isso, realize experimentações até encontrar a estética que mais se aproxima do que você busca.

Agora que você recebeu essas orientações para tratar o visual da sua loja, que tal mais dicas para aumentar as suas vendas? Leia o nosso post sobre o assunto e comece a aumentar suas vendas agora mesmo!

Como atrair mais clientes para a loja de material de construções?

O aumento do número de vendas e, consequentemente, do lucro, é o grande objetivo de todo tipo de estabelecimento comercial. No mercado construtor, isso não seria diferente. Para isso, é preciso saber métodos de como atrair mais clientes e aplicá-los conforme o perfil da sua loja.

Muitos, por não terem esse conhecimento, acabam por não conseguir novos consumidores e até mesmo perdem os antigos. Mas fique tranquilo! Neste post, daremos dicas simples e eficazes para que você comece hoje mesmo a expandir o seu negócio. Então, leia com bastante atenção até o final.

Saiba como expôr os seus produtos

A organização física de um comércio influencia muito a visão do cliente. Saber como realizar a exposição é muito importante, pois facilita para quem está procurando determinados produtos. Além disso, ao organizar, você terá um ambiente mais confortável, com espaço para transitar e poderá montar uma estratégia que valorize os produtos que você mais deseja vender.

Uma boa ideia pode ser a indicação com placas de cada setor, separação por cores e uma iluminação adequada. Também é preciso saber a quantidade que sua loja suporta sem que pareça acumulada. O estabelecimento deve ser usado para exibição e venda imediata, não como um depósito.

Melhore seu atendimento

O mercado de construção possui um diferencial em relação aos outros. O cliente, muitas vezes, não chega para comprar um determinado artigo. Ele está buscando uma solução, que ele não sabe qual é, para um problema. Por isso, o atendimento é tão importante.

É necessário que os funcionários estejam bem informados e capacitados para prestar a ajuda solicitada: conheçam bem os itens que serão vendidos, quais são mais adequados à necessidade do cliente e saibam oferecer a ajuda de maneira apropriada.

Devido ao número extenso de mercadorias que a loja oferece, o treinamento da equipe é constante. Sempre que novos produtos e novas marcas forem adquiridas, é preciso apresentá-las adequadamente aos profissionais.

Tenha programas de fidelização de clientes

Programas de fidelização ajudam na manutenção de clientela já conquistada e podem ser realizados de diversas maneiras.
Assim, você pode determinar que, depois de um certo número de compras realizadas, o consumidor ganhará um item decorativo. Também é possível premiar o cliente caso ele adquira um valor definido em materiais.
As possibilidades são diversas. É preciso analisar qual é o seu público para conseguir fazer o seu programa da melhor maneira possível.

Realize promoções

Apesar de ser um método conhecido, promoções raramente são realizadas de maneira planejada. É imprescindível que você avalie qual época mais vale a pena colocar os produtos com menor preço, quais itens e marcas devem entrar e qual será o valor do desconto. Só dessa forma você pode ter certeza de que está disponibilizando uma oferta vantajosa e que tenha bons efeitos sobre os seus fregueses.

Ao saber como atrair mais clientes, sua empresa estará preparada para se tornar maior no mercado. Analise as possibilidades mais atraentes e que serão mais eficazes para o perfil do seu estabelecimento e, caso necessário, contrate empresas de consultoria para te ajudarem.

Nosso post sobre como atrair mais clientes te ajudou? Então, assine nossa newsletter e receba mais informações úteis em primeira mão!

ROI na construção civil: por que as empresas precisam conhecê-lo

Ao realizar um empreendimento, é preciso avaliar o quanto se gasta e o quanto se ganha com ele. No momento de construir isso não é diferente. Existem meios para analisar a efetividade de um investimento e um deles, do qual vamos falar aqui, é o ROI na construção civil.

Para realizar melhorias toda empresa necessita de tempo, mão de obra e, claro, aplicação financeira. Em geral, esse último fator tem como objetivos a conquista de novos clientes e a otimização de processos.

Neste artigo vamos explicar o que é o ROI (Return On Investiment, em inglês, e que significa retorno sobre o investimento), como calculá-lo e qual é sua importância, uma vez que fornece dados concretos sobre determinada ação realizada. Confira!

O que é o ROI?

O retorno sobre o investimento cumpre exatamente o que o seu nome promete. Ele proporciona, por meio de cálculos concretos, o resultado financeiro de alguma atividade realizada em relação ao seu custo.

Com esses dados você pode fazer uma análise prévia de empreendimentos futuros, além de ter uma base melhor para decidir em que se deve investir e para definir o que não rende muitos frutos. Afinal, gastar excessivamente e ter pouco lucro é sinônimo de prejuízo.

Fazendo uso desse método você vai conseguir administrar melhor o seu orçamento e trabalhar para o crescimento da sua empresa.

Quais são as vantagens do ROI na construção civil?

Controle do fluxo de caixa

O fluxo de caixa compreende a entrada e a saída de recursos em um determinado período de tempo. Em uma obra esse controle é indispensável, pois mostra claramente o andamento da execução do projeto. Com essa informação você vai poder se certificar de que o dinheiro colocado na construção está sendo empregado da melhor maneira possível.

Reconhecimento da necessidade de financiamento

Para uma empresa crescer e realizar seu trabalho de maneira cada vez mais eficaz, muitas vezes é preciso fazer investimentos. O ROI ajuda a identificar o momento em que isso deve ser realizado, o valor ideal e como esperar o retorno. Dessa forma, você vai evitar contrair dívidas de forma impulsiva, o que pode gerar graves consequências.

Otimização da gestão de obra

Com os cálculos do ROI, sua gestão se torna mais prudente e segura. Você vai conseguir avaliar melhor o desempenho dos seus funcionários, os equipamentos que valem a pena ser adquiridos e também realizar aplicações para treinamentos e capacitação. Tudo isso significa economia para o seu empreendimento.

Como calcular o ROI?

O ROI, diferente de outras técnicas contábeis, pode ser facilmente calculado. Ele é dado pela fórmula ROI = (G – I) / I, em que:

ROI = Retorno sobre investimento.

G = Ganho com esse investimento.

I = Investimento inicial

Para realizar o cálculo em porcentagem, basta multiplicar o resultado por 100.

Por exemplo, se sua empresa realiza um investimento de 50 mil reais e tem como ganho 150 mil, você vai ter o seguinte resultado:

ROI = (150-50) / 50, que resulta em 2. Ou seja, houve um retorno de 2 vezes o valor investimento e, em porcentagem, de 200%.

Caso o ganho não seja um dado já pronto, é necessário mensurá-lo com a maior aproximação possível. Para exemplificar, se sua empresa adquire um equipamento, calcule seu ganho observando a diminuição de mão de obra e a velocidade de execução do projeto, converta esses dados para valores monetários e então avalie o ROI.

Uma obra é um bem com grande prazo de vida útil e por isso deve ser realizada com toda atenção. O ROI na construção civil deve ser utilizado, pois é uma ferramenta importante, e muito simples, que ajuda a obter uma visão rápida e objetiva do andamento da edificação.

Nosso artigo ajudou você a entender mais sobre ROI? Então compartilhe este post nas suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro do assunto!

Confira 14 materiais que toda loja de construção deve ter

Ao decidir abrir uma loja de materiais de construção, é preciso escolher com quais produtos você trabalhará. Antes de investir seu dinheiro, o ideal é que você examine a realidade social da região e decida qual tipo de público você pretende atingir.

Para te ajudar a ter uma ideia das opções, fizemos este post com 14 materiais e suas respectivas funções. Confira!

Materiais para a estrutura

A estrutura de uma obra pode ser entendida como o seu esqueleto. É ela que fornece a sustentação necessária para que a construção suporte o próprio peso — e de tudo que estiver sobre ela. Portanto, possuir artigos para essa função é indispensável. Conheça alguns.

1. Lajes

Podendo ser feita de diversos materiais — como cerâmica ou isopor —, as lajes recebem todo o peso e o transfere para as vigas.

2. Vigas

Ficando por baixo da laje, as vigas podem ser feitas de madeira, ferro ou concreto. São responsáveis por levar a carga recebida para os pilares.

3. Pilares

Sendo feitos de pedras, concreto ou alvenaria, os pilares recebem toda a carga vinda e a manda para a fundação — que transfere para o solo, garantindo estabilidade.

Materiais para a alvenaria

Existem dois métodos utilizados: o concreto armado e alvenaria estrutural. O primeiro consiste em fazer toda a vedação com a separação dos cômodos e, depois, é necessário realizar uma quebra para instalar o sistema hidráulico e o sistema elétrico.

Já na alvenaria estrutural são colocados, geralmente, blocos seguindo tamanhos padrões, de modo que a edificação é feita juntamente à instalação elétrica e hidráulica, sem precisar quebrar depois.

Veja, a seguir, os materiais necessários.

4. Blocos de concreto

Geralmente, na alvenaria estrutural utiliza-se esse material para a execução do projeto. São feitos em tamanhos padronizados e usados para sustentação. Pelo seu perfil resistente, raramente pode ser substituído.

5. Tijolos

Amplamente utilizado em edificações, o tijolo é um dos grandes símbolos da construção. Apesar de seu modelo padrão conhecido, também é possível encontrar formas mais decorativas. O ideal é que se pesquise quais tipos serão mais rentáveis na sua região.

6. Cimento

Principal aglomerante usado na construção, é um produto básico que deve estar no estoque de toda loja de material de construções.

7. Canos de pvc

O policloreto de vinila, mais conhecido como PVC, é o tipo de plástico que compõe os canos usados no sistema hidráulico das edificações.

Materiais de cobertura

Além do aspecto estético, a cobertura tem função de proteger a obra contra adversidades naturais e proporcionar conforto térmico e acústico. Saiba quais materiais usar nesse setor.

8. Telhas

Elas podem ser feitas de diversos materiais e com os mais variados formatos — o perfil escolhido vai depender do que o cliente deseja.

9. Madeira

O madeiramento é quando madeiras são colocadas para proporcionar estabilidade, na execução do telhado. O mais indicado é que se procure tipos de madeira que contenham pouco amido, para evitar cupins e apodrecimento precoce.

10. Caixa d’água

Usadas para armazenar água, as caixas d’água são encontradas em diversos tamanhos, para se adequar à necessidade do consumidor.

Materiais para acabamento

Essa etapa finaliza, finalmente, a execução do projeto. É ela que proporciona um melhor aspecto ao produto final. Veja quais materiais usar.

11. Azulejos

Essas peças são mais utilizados em ambientes com grande umidade, como áreas, banheiros e cozinhas, por entrar em contato com água sem que isso cause nenhum problema.

12. Rejunte

Esse material é utilizado entre os espaços dos azulejos assentados, para tornar aquele espaço impermeável.

13. Materiais para pintura

Além do teor estético, a pintura pode te trazer economia se forem usadas, por exemplo, tintas com cores claras, para aproveitamento de luz natural.

14. Materiais elétricos

Como existem diversos materiais, o indicado é que você e sua equipe de vendas conheçam os mais usados para conseguir explicar bem as vantagens e desvantagens de cada um para os fregueses.

Abrir uma loja de materiais de construção pode ser um negócio lucrativo, desde que feito com cautela e pesquisa. Por isso, estude bem a área para que você ingresse com bom entendimento e preparo.

Gostou do post? Então assine nosso newsletter para que você acompanhe mais artigos como este!

Entenda porque investir em vendas de aquecedores solares é um bom negócio

Quem é proprietário de loja, independentemente do segmento, sabe o quanto é importante estar atento às novidades e às tendências do mercado para oferecer os melhores produtos e garantir a satisfação de seus clientes.

No setor de materiais e equipamentos para construção, a venda de aquecedores solares vem aumentando a cada dia, visto que são produtos muito vantajosos para o cliente.

Se você está em busca de novos produtos para oferecer em seu negócio e está considerando investir na venda de aquecedores solares, veja, abaixo, alguns dos ótimos motivos para tomar essa decisão! Boa leitura!

Promove a sustentabilidade

Todo ano, gastamos muito com energia elétrica, e esse gasto traz inúmeros prejuízos para o meio ambiente, já que, dessa forma, liberamos muito mais poluentes que contribuem para o aquecimento global e o efeito estufa.

Sendo assim, contar com uma fonte de energia limpa e que não emite nenhum tipo de poluente é uma das melhores maneiras de contribuir para a sustentabilidade. Mostre isso ao seu cliente.

Vende conforto e economia ao cliente

Todo mundo gosta de tomar um banho quentinho e, em locais mais frios, ter água aquecida saindo de todas as torneiras da casa.

O aquecedor solar oferece uma alta demanda de água quente diariamente, promovendo o conforto necessário para toda a família do cliente, de maneira prática e eficiente.

Mesmo que, em um primeiro momento, o investimento em um aquecedor solar pareça alto para o cliente, a economia que ele terá a longo prazo com a conta de energia elétrica compensará bastante. Por isso, muitos consumidores estão buscando essa alternativa, que, além de ser melhor para o meio ambiente, também é melhor para o bolso.

Escolher revender uma marca que ofereça produtos de alta qualidade e resistência, com acabamento em alumínio e sem peças de plástico, é fundamental para garantir a satisfação do cliente com o produto e, consequentemente, com o seu estabelecimento.

Incentiva a venda de outros produtos

Por ser um produto que ainda está em crescimento, não são todas as lojas que vendem aquecedores solares nos dias de hoje.

Essa é uma excelente oportunidade de fazer o seu negócio se diferenciar no mercado, pois quando o cliente procurar por aquecedores solares em sua região, será direcionado ao seu estabelecimento e, uma vez estando aí, pode comprar outros produtos de sua necessidade.

Preste um atendimento consultivo, sempre se preocupando com os desejos e as necessidades do consumidor e conquiste um cliente fiel.

Oferece fácil instalação

Ao contrário do que muitos pensam, a instalação de um aquecedor solar é algo fácil. Claro que ela deve ser feita por um profissional, mas não levará muito tempo e nem deixará a casa do cliente intransitável devido às obras.

O profissional fará a instalação de um reservatório térmico perto da caixa d’água, de um sistema elétrico simples e de placas coletoras no telhado da casa.

Você possui uma loja de materiais e equipamentos de construção e quer entender melhor como a venda de aquecedores pode ser um bom negócio? Entre em contato conosco e conheça nossos produtos e condições!

4 dicas para fazer a melhor parceria de negócios com fornecedores

A funcionalidade e a qualidade de uma empresa dependem dos mais diversos fatores, inclusive de sua relação com outros empreendimentos. Uma boa parceria de negócios com fornecedores, por exemplo, é garantia de produtos de qualidade e melhores preços.

Muitas firmas, ao não valorizarem essa relação (que deve ser benéfica para todos os envolvidos), acabam por não satisfazer a fornecedora. E a empresa parceira, por sua vez, não consegue atingir as expectativas dos clientes, por não entender a fundo o que é esperado.

Neste post, daremos 4 dicas para que você mantenha, de fato, uma relação de cooperação com sua fornecedora — e ambos os lados saiam ganhando. Continue a leitura e confira!

1. Não leve em consideração apenas o preço

Adquirir produtos e serviços a preços baixos é uma busca constante para todas as empresas. Afinal, economia é realmente importante para todo negócio.

Porém, existem outros pontos importantes a serem levados em conta. É necessário, por exemplo, observar se a fornecedora:

  • tem todos os produtos de que você necessita;
  • consegue cumprir com os prazos determinados;
  • oferece um atendimento satisfatório;
  • apresenta um visão alinhada com a de sua empresa.

É impossível construir uma boa relação com a fornecedora se ela não oferecer serviços de qualidade e acabar trazendo diversos prejuízos para sua empresa.

2. Expresse claramente o que você espera

É preciso que você expresse claramente quais são suas maiores necessidades — desde os produtos dos quais precisa até os prazos de entrega. É interessante deixá-la a par do planejamento e da execução de seu empreendimento, para que a fornecedora possa se organizar de forma a atendê-lo melhor. 

Se informada antecipadamente e de maneira completa, a empresa contratada poderá se programar, evitando erros e confusões nas entregas. Pode ser interessante treinar uma equipe especializada para realizar o contato direto entre as firmas.

3. Valorize o trabalho do seu fornecedor

A ideia de que apenas o cliente deve estar satisfeito é ultrapassada. Esse tipo de relação funciona como uma via de mão dupla: não basta você se satisfazer com o serviço prestado — é fundamental que os prestadores também fiquem contentes com os negócios fechados.

Portanto, faça com que o fornecedor se sinta valorizado e reconhecido por seu trabalho. Isso pode ser demonstrado de diversas maneiras, como:

  • o pagamento em dia dos valores acertados;
  • a organização da documentação exigida;
  • a facilitação dos meios necessários para que ele realize sua função de maneira otimizada.

Sempre questione se a empresa parceira está contente com a relação entre vocês e o que pode ser feito para torná-la ainda mais forte. Lembre-se de que é ela que permite que seu negócio tenha clientes, visto que é a responsável por fornecer o que sua companhia vende.

4. Seja sempre cordial

Educação, gentileza e cordialidade são imprescindíveis em qualquer tipo de relacionamento (e, nesse caso, não é diferente). Portanto, seja cordial em todas as etapas, desde o processamento do pedido até sua entrega.

Erros podem acontecer, mesmo quando a parte que os cometeu fez de tudo para evitá-los. É preciso ter isso em mente e, caso alguma falha ocorra, lidar com a situação de forma tranquila. Assim, você poderá orientar o fornecedor sobre qual é a melhor maneira de resolver incidentes.

Uma forte parceria de negócios com sua fornecedora é muito benéfica para seu negócio. Com essa união, você será priorizado como cliente, conhecendo as novidades e obtendo os melhores preços ou condições de pagamento. Ao investir nessa relação, é possível garantir satisfação e economia.

Agora que você já entende melhor as parcerias de negócio entre fornecedores e clientes, entre em contato conosco