Fontes de energia limpa: quais são e quais os seus benefícios?

Você sabia que por meio do uso de fontes de energia limpa, podemos viver com os mesmos recursos tecnológicos e conforto que temos hoje, sem provocar tantos impactos negativos em nosso planeta? Isso mesmo! Efeito estufa, aquecimento global e mudanças climáticas bruscas podem ser minimizados.

Pensando nisso, criamos este artigo para explicar o que é a energia limpa, quais são as suas vantagens e principais fontes. Acompanhe!

O que é energia limpa?

A  energia limpa é um modelo energético que utiliza recursos renováveis da natureza, sem liberar substâncias tóxicas para a atmosfera. Atualmente, o petróleo e os seus derivados são as fontes mais utilizadas para gerar energia. No entanto, esse é um produto não renovável que, com o tempo, se tornará escasso.

A extração do petróleo gera impactos e poluentes, além disso, as máquinas movidas pelos seus derivados trabalham a base de combustão, emitindo dióxido de carbono (CO₂), monóxido de carbono (CO), ácido sulfúrico (H₂SO₄), entre outros, que colaboram para o efeito estufa, aquecimento global e chuva ácida.

Quais as vantagens da energia limpa?

Uma das vantagens da energia limpa é utilizar recursos renováveis. Desse modo, o risco de crises de abastecimento e as especulações financeiras dos países, como acontece no caso do petróleo, praticamente, são eliminados.

A implantação de usinas e fábricas que geram essa alternativa energética, normalmente são mais simples que uma plataforma de petróleo, por exemplo, e, por isso, trazem economia para o consumidor por terem menores custos envolvidos em sua produção.

Além disso, as máquinas e equipamentos que utilizam fontes de energia limpa são mais silenciosos, aquecem menos e não emitem gases como os modelos movidos à combustão.

Powered by Rock Convert

Quais as principais fontes de energia limpa?

A boa notícia é que existem várias fontes de energia limpa disponíveis no Brasil. Por causa disso, é possível perceber que, aos poucos, tanto o consumidor individual quanto o comércio e a indústria estão buscando essas novas opções.

Energia solar

Essa energia é produzida por meio da captação dos raios solares. Sua grande vantagem é que o sol está disponível em todas as regiões do planeta e pode fornecer dois tipos de energia:

  • energia térmica (Aquecedor Solar) que transforma a luz solar em calor: utiliza os coletores solares para aquecimento e os reservatórios térmicos para armazenamento da água quente em residências e indústrias;
  • energia fotovoltaica que transforma a luz solar em eletricidade: utiliza painéis fotovoltaicos construídos em silício, que captam os elétrons dos raios solares e transformam em energia elétrica.

Os chuveiros e aquecedores são os maiores vilões da conta de energia elétrica, assim, utilizando o aquecimento solar, os consumidores conseguem a redução em suas contas de luz. Além das residências de luxo, essa opção vem sendo muito utilizada em conjuntos habitacionais financiados pelo governo federal.

Energia eólica

Essa é outra maneira de transformar a energia mecânica em elétrica. Acontece a partir da captação do vento, por meio de grandes hélices. A boa notícia é que já somos especialistas nesse processo, visto que o Brasil é o quinto país no ranking mundial de capacidade instalada de energia eólica.

Biocombustíveis

A célebre frase do químico francês, Antoine Lavoisier, que diz: “Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, pode ser aplicada ao uso dos biocombustíveis. Isso porque, esse é um processo de geração de energia que utiliza a matéria orgânica e vegetal. Por exemplo, o etanol dos nossos veículos é produzido pelos bagaços da cana-de-açúcar.

Energia hídrica

Essa é a fonte de energia limpa mais utilizada pelas centrais de energia elétrica — nossas hidroelétricas. Basicamente, é a utilização da força mecânica da água para mover as turbinas dos geradores.

As fontes de energia limpa são estratégias que devem ser utilizadas para que a humanidade consiga permanecer no planeta. A natureza é sábia e consegue se transformar, provocando fenômenos que nem sempre são adequados e seguros para os seres humanos. Por isso, devemos saber extrair com inteligência os recursos energéticos para não perdermos essa batalha.

Achou o assunto interessante? Então continue no nosso blog e conheça a lei de eficiência energética.

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *