Lean Construction: você sabe o que é isso?

O desperdício de tempo e dinheiro dentro do mercado construtor nacional é um dos maiores problemas dessa área. Então, uma nova maneira de execução e de pensar veio: o lean construction, construção enxuta, em português.

Apesar de relativamente novo, esse sistema de trabalho tem ganhado cada vez mais espaço devido à sua eficácia. Portanto, é preciso que todos que estejam envolvidos no setor de construção o entendam. Pensando nisso escrevemos este post com tudo que você precisa saber sobre. Portanto, leia com bastante atenção até o final!

O que é o lean construction?

Na década de 1940, a Toyota criou uma nova metodologia de trabalho, chamada de lean manufacturing (ou manufatura enxuta). Ela visava reduzir os 7 tipos de desperdícios: tempo de espera, transporte, superprodução, inventário, excesso de processamento, movimento e defeitos.

Devido à eficiência dessa ação, diversos setores começaram a adaptá-la para sua área, sendo essa transição feita para a construção civil em 1990. O desenvolvimento dessas técnicas foi consolidado e hoje o conjunto desse pensamento é a chamada construção enxuta.

Quais são os princípios do lean construction?

Diminuir operações que não agregam valor

Quando pensamos em desperdício, não podemos pensar apenas em matéria-prima. É preciso considerar tempo e trabalho nessa conta e é nisso que se baseia esse princípio. Ele diz que, dentro das atividades realizadas na construção, as que não aumentarem o valor do seu produto devem ser diminuídas ou até mesmo eliminadas.

Aumentar o valor através das necessidades dos clientes

A execução do projeto deve ser feita de maneira pessoal, conhecendo bem as necessidades dos clientes que vão adquirir o produto. Essas necessidades devem ser conhecidas já no planejamento da obra para evitar mudanças bruscas que trarão prejuízo. Atendendo à demanda dos consumidores é possível cobrar um valor mais alto já que eles só comprarão aquilo que realmente precisem.

Reduzir as variáveis

É preciso padronizar ao máximo toda a construção. Isso pode ser realizado ao utilizar o menor número possível de fornecedores, realizar apenas um tipo de instalação hidráulica e elétrica, sempre trabalhar com a mesma equipe, blocos cerâmicos com menor variação de tamanho, etc.

Reduzir o tempo de ciclo e o número de passos

O tempo de ciclo pode ser visto como o tempo de todos os processos até a entrega do produto. Ao diminuir esse tempo e o número de etapas para cada atividade, você economiza e evita atrasos na entrega da obra.

Para realizar essa redução, é preciso analisar todos os processos para saber onde é possível mudar. Um exemplo prático é a organização do canteiro de obras e localização de equipamentos e materiais.

Transparência dos processos

É preciso que todas as atividades e informações estejam clara, facilitando a tomada de decisões e o trabalho de todos os profissionais. Então, cartazes, sinalização, visão aberta do canteiro de obra, entre outras táticas devem ser utilizadas.

Quais os benefícios do lean construction?

O maior benefício é a diminuição de etapas, gastos e tempo dentro da execução de um projeto. Assim, a redução é feita de maneira inteligente, de modo a ser vantajosa e cuidadosa. É preciso atentar-se que o lean construction deve ser feito continuamente, durante toda a construção para que a obra seja realmente otimizada.

Como uma loja de materiais pode se beneficiar desse método?

Uma loja de materiais de construção é fornecedor direto de uma construção e, portanto, tem papel fundamental no andamento da obra. Ao mostrar ao cliente que você entende esse método, você passa confiança no cumprimento de datas de entrega, ajudando as construtoras a baterem suas metas, aumentando assim sua clientela.

O lean construction é primordial para quem deseja economia e otimização dentro do mercado construtor. Cada construtora deve aplicá-lo de acordo com suas necessidades e demandas, para que ele seja realizado da melhor maneira possível.

Que tal ficar ainda mais por dentro de assuntos do mercado da construção? Para isso, leia nosso artigo sobre sustentabilidade na construção civil!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"