4 provas de que a energia solar é ambientalmente sustentável

Powered by Rock Convert

A cada dia, cresce mais a discussão sobre sustentabilidade e as atitudes que devem ser tomadas para proteger o planeta do excessivo consumo dos recursos naturais, especialmente em localidades onde estes recursos estão se esgotando a passos largos.

A grande verdade é que atitudes isoladas não conseguem ser eficientes, mas é de atitudes isoladas que pode surgir uma movimentação globalizada para tentar frear essa crise ambiental generalizada. Nessa busca, temos a luz e o calor do sol como uma forma limpa e inesgotável de energia. Mas será que a energia solar é realmente sustentável? Continue lendo e descubra:

Analisando a energia sustentável

Para podermos determinar se uma energia é sustentável ou não, precisamos inicialmente analisar quais são seus ciclos de produção e consumo. Essa análise é feita de forma bem simples: se o meio ambiente possui um potencial de produção de energia maior que o nosso consumo, dizemos que esse processo é sustentável. Com base nesse princípio, podemos dizer que o sol é realmente uma ótima fonte de energia sustentável. Além disso, há ainda o fato de que a captação da luminosidade não gera grandes impactos ambientais.

Aplicação da energia solar

O modelo mais simples e comum que encontramos de aproveitamento de energia solar no dia a dia são os Aquecedores Solares, que já são utilizados há muitos anos para o aquecimento de água em diversas residências brasileiras.

Atualmente, encontramos também os módulos fotovoltaicos, nos quais a radiação solar captada é convertida em energia elétrica, que pode, por sua vez, alimentar diversos equipamentos elétricos no local.

Powered by Rock Convert

A durabilidade desses equipamentos também é outra grande vantagem, uma vez que tanto aquecedores solares quanto módulos fotovoltaicos de conversão de radiação solar em energia possuem uma vida útil de aproximadamente 30 anos.

O sol é abundante e inesgotável

Para nossa felicidade, o Brasil é um país que recebe uma grande insolação média: são mais de 3000 horas de brilho solar por ano. Esses dados só demonstram como a energia solar é uma excelente alternativa para a sustentabilidade em nosso país, auxiliando na economia e garantindo o futuro do nosso planeta. No caso do Nordeste do país, os dados são ainda mais satisfatórios, pois a região conta com um nível de incidência diária que varia entre 4,5 e 6kWh.

A energia solar não é poluente

A grande vantagem da energia solar é que nenhuma poluição é criada no processo de geração de eletricidade. Ambientalmente, é a energia mais limpa que há, além de ser renovável e sustentável, o que ajuda a proteger o meio ambiente.

Esse tipo de energia também não polui o ar liberando dióxido de carbono, óxidos de azoto, dióxido de enxofre ou de mercúrio para a atmosfera, como outras formas tradicionais de produção de energia elétrica fazem. Com isso em mente, podemos dizer que a energia solar não contribuirá para a poluição atmosférica, aquecimento global ou chuva ácida.

E então, conseguiu se convencer um pouco mais da sustentabilidade da energia solar? O que você acha sobre esse tema? Deixe seu comentário aqui no post, compartilhe com a gente sua opinião.

Powered by Rock Convert