Quais os cuidados que devo ter com o meu aquecedor solar?

Já não é novidade para ninguém que ter um aquecedor solar instalado em casa é sinônimo de economia e de sustentabilidade, além de ajudar (e muito) na valorização do imóvel perante o mercado imobiliário. Porém, nem todos sabem quais cuidados devem ser tomados para garantir a maior conservação e eficiência do equipamento.

Em geral, a durabilidade é uma das vantagens do aquecedor solar: cada sistema de aquecimento dura, em média, 20 anos, não sendo difícil encontrar em funcionamento equipamentos ainda mais antigos. Para que isso aconteça, porém, é necessário tomar alguns cuidados e não negligenciar uma etapa essencial: a manutenção.

Para ajudá-lo a manter o seu aquecedor solar funcionando corretamente por muitos e muitos anos, selecionamos alguns cuidados fundamentais na hora da manutenção. Confira!

Realize a drenagem do sistema

A drenagem do sistema é um procedimento simples. O primeiro passo é fechar a alimentação de água fria que chega até o reservatório. Em seguida, abra a união na parte inferior das placas ou o tampão de drenagem. Espere esvaziar por completo e, então, reabra a alimentação de água fria. Deixe a água correr por cerca de cinco minutos e feche o tampão de drenagem ou a união novamente. Pronto!

A drenagem do sistema deve ser realizada pelo menos uma vez por ano. Se você mora em um lugar cuja água é muito turva ou apresenta um teor de ferro muito elevado, realize o procedimento semestralmente.

Lave os vidros dos coletores solares

Para essa etapa, você precisará apenas de água, sabão neutro, detergente e uma vassoura de pelos macios. Quando o sol não estiver muito quente, esfregue os vidros cuidadosamente, sem forçá-los, e retire a sujeira.

Uma boa dica é optar pelas primeiras horas da manhã ou pelo fim da tarde, quando a temperatura mais amena garantirá que o vidro não seja danificado em razão do choque térmico.

Em geral, uma lavagem a cada seis meses é o suficiente, mas dependendo do nível de poluição, pode ser necessário lavar os vidros com mais frequência.

Powered by Rock Convert

Tome cuidado com a sangria do ar

Reparou que a temperatura da água está mais fria? O problema pode ser a existência de ar nas tubulações do aquecedor solar! A solução é simples: depois de fechar o registro e abrir o tampão do eliminador de ar ou da saída dos coletores, deixe a água sair livremente por cerca de um minuto e, então, feche o tampão novamente. Reabra o registro e, voilá!, problema resolvido.

Caso o seu sistema seja bombeado, abra o eliminador de ar com a bomba ainda em funcionamento e, depois de deixar a água vazar livremente por um minuto, feche o eliminador – também com a bomba em funcionamento.

Verifique todos os itens do sistema

A cada seis meses é importante verificar a integridade dos componentes da instalação, principalmente os aquecedores solares de Alta Pressão, que possuem válvulas, vaso de expansão e pressurizador, os aquecedores solares com sistema de circulação forçada, os reservatórios térmicos com bastão de anodo e os coletores solares com válvula anticongelamento.

Além disso, é importante revisar, pelo menos uma vez por ano, o isolamento térmico da tubulação e conferir se não há vazamentos ou outros problemas hidráulicos.

Esta medida preventiva pode evitar desde a perda de eficiência até danos ao equipamento e ao imóvel.

Cuidado extra com a qualidade do produto

De nada adianta se precaver e tomar todos esses cuidados se o aquecedor solar comprado não for de qualidade, não é mesmo? Para evitar dores de cabeça e garantir que o equipamento dure e compense o investimento, opte por marcas que prezem pela qualidade e satisfação do consumidor.

Viu só como não tem segredo? Seguindo todos esses cuidados, o seu aquecedor solar certamente durará por muito tempo!

Se gostou dessa dica e quer aprender ainda mais sobre esse e outros assuntos, não esqueça de curtir a nossa página no Facebook!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *