Energia solar em apartamento: descubra aqui como funciona

Powered by Rock Convert

Sabia que também é possível usar a energia solar em apartamento? Se houver uma área disponível com espaço suficiente para a instalação dos painéis solares, como na cobertura do edifício, qualquer empreendimento pode gerar eletricidade, por meio de um sistema de geração fotovoltaico, ou garantir o aquecimento da água, com o uso de energia solar térmica. 

A principal vantagem é a redução da conta de eletricidade, além do investimento em uma fonte de geração renovável e não poluente. No caso da energia solar fotovoltaica, se o imóvel conseguir gerar uma quantidade de energia maior do que a consumida é possível, inclusive, receber créditos da concessionária, a serem abatidos em contas futuras.

Quer entender melhor como funciona essa tecnologia? Continue a leitura de nosso post e esclareça as suas dúvidas!

É possível gerar energia fotovoltaica em apartamento?

Essa é uma dúvida comum de muitos consumidores. Afinal, um apartamento, normalmente, não dispõe de um telhado ou quintal com maior espaço para a instalação dos painéis solares. Com exceção de imóveis localizados na cobertura do edifício ou alguns no primeiro andar, que têm área de sacada ampliada, realmente o espaço costuma ser reduzido.

Além disso, muitas vezes a sombra do próprio edifício diminui a área iluminada. Assim, é comum que as pessoas acreditem que o uso de energia solar em apartamento não é viável. É muito comum a instalação de painéis fotovoltáticos em coberturas de estacionamento de prédios.

O que é necessário para gerar energia solar térmica em apartamento?

Se a finalidade da captação solar for a geração de energia térmica, além da área para instalação do coletor, é necessária, também, a adequação da infraestrutura hidráulica do imóvel. Assim, a água aquecida pelo coletor é armazenada em um reservatório térmico e posteriormente, enviada para os chuveiros e torneiras onde há necessidade de água quente.

Powered by Rock Convert

Caso a instalação seja uma iniciativa do condomínio, a escolha do local apropriado para os painéis e as adequações de infraestrutura serão de sua responsabilidade. Nessa situação, no entanto, a demanda por água quente será maior, o que exige uma instalação mais robusta.

É importante observar que há algumas modalidades diferentes de distribuição de água quente armazenada nos reservatórios térmicos. Quando ela sai no ponto de consumo, o sistema é conhecido como direto. Já nos indiretos, a água aquecida assume o papel de fonte de energia para esquentar a água fria das unidades, por meio de um trocador de calor.

Assim, é possível ter um aquecimento complementar, seja coletivo, seja individual, utilizando a água proveniente dos coletores solares. A definição pelo sistema adequado dependerá de algumas características da edificação, como padrão do empreendimento e área para instalação dos coletores.

Quais são as vantagens da geração própria?

A principal vantagem, sem dúvida, é a redução da tarifa de energia elétrica, seja através da geração própria de energia com os painéis fotovoltaicos, seja pela economia gerada pela substituição dos chuveiros e torneiras elétricas.

Além disso, o custo de manutenção é bastante baixo e a vida útil dos equipamentos é longa (cerca de 25 anos), o que garante um excelente custo-benefício para os usuários da tecnologia.

Além desses benefícios, é inegável que a edificação se torna mais sustentável. Isso também contribui para a valorização do imóvel, seja no caso de venda, seja para locação. Como é possível perceber, o uso de energia solar em apartamento não só é viável, como também proporciona vantagens significativas para os usuários.

Quer ficar por dentro de todas as novidades do universo de energia solar? Então, siga nossas redes sociais! Estamos no Facebook e LinkedIn!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *