O preço do aquecedor solar é o mais importante na hora da compra?

A energia solar já é mundialmente reconhecida como uma das maneiras mais eficientes e econômicas de se obter uma energia limpa, que não prejudica o planeta e que possui uma fonte inesgotável. Porém, quando os consumidores buscam por esse tipo de alternativa, é comum que eles se preocupem com o preço do aquecedor solar, e o vejam como uma desvantagem.

Mas será que o preço é realmente o mais importante na hora da aquisição desses produtos? Existem muitos outros fatores – tais como funcionamento, qualidade e tamanho – que devem ser levados em conta pelo cliente no momento da compra.

Quer saber mais sobre as características desse sistema? Neste post, nós explicamos quatro elementos que você precisa saber antes de vender um aquecedor solar. Confira!

Funcionamento

Antes de comprar um produto, é comum que o consumidor se interesse pela maneira pela qual ele funciona. O aquecedor solar utiliza a energia proveniente da luz do sol para aquecer placas ou coletores solares. A água então passa pela tubulação desses coletores e aquece ao entrar em contato com o calor que foi ali armazenado. Depois, é enviada a um reservatório técnico (boiler), responsável por repassá-la para as áreas de consumo.

Normalmente, esses equipamentos trabalham com um sistema auxiliar de energia elétrica ou a gás, que entra em funcionamento em dias nublados ou com chuva, nos quais os raios solares não são suficientes para a obtenção de energia.

É importante lembrar que um bom aquecedor solar é aquele produzido com materiais com grande poder de absorção de energia e pouca troca de calor, que conseguem manter a água aquecida de forma eficiente e por mais tempo.

Tamanho

Para adquirir o aquecedor ideal, é essencial que o cliente compreenda quais são suas necessidades diárias de energia para o aquecimento de água. Então, para fornecer o produto certo, você precisa saber quantos chuveiros e torneiras ele possui em sua residência (e qual a vazão de cada), além da frequência e duração aproximada dos banhos.

Com essas informações em mente, é possível calcular o tamanho do reservatório técnico e a quantidade de coletores que o cliente necessita em seu sistema de aquecimento. Por exemplo, para uma casa com 3 moradores, em que cada um utiliza 100 litros de água por dia, um reservatório de 300 litros é o suficiente. Já que cada coletor solar de aproximadamente 1,5 m2 é capaz de aquecer 100 litros de água, o cliente precisaria, nesse caso, de 3 coletores.

Qualidade

A qualidade é um fator essencial que deve ser levado em consideração na hora da aquisição de um aquecedor solar. Quanto maior a qualidade do produto, menor é o risco de apresentar problemas com o passar do tempo.

Por isso, para quem não gosta de ter imprevistos e gastos desnecessários, é essencial investir em um bom equipamento, produzido por uma empresa confiável e experiente no segmento.

Instalação

A instalação do aquecedor solar deve ser realizada sempre por uma empresa de confiança. Afinal, qualquer erro nesse processo pode comprometer o funcionamento do produto e o seu rendimento.

Devido a isso, é importante fazer com que o cliente compreenda que, se ele quer utilizar esse tipo de aquecimento de forma eficiente e segura, precisa contar com a ajuda de profissionais especializados para realizar a instalação.

Na hora de adquirir um sistema que permita utilizar a energia solar, existem muitos fatores que devem ser levados em consideração e que vão além do preço do aquecedor solar. Afinal, a compra de um bom produto é sempre um investimento, e adquirir um equipamento de qualidade e que atenda às suas necessidades certamente fará toda a diferença.

Quer saber mais sobre como funciona a instalação de um aquecedor solar? Então, não deixe de ler nosso manual sobre o assunto!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"