Aprenda como escolher aquecedor solar para piscina

Você já parou para pensar como é incrível tudo o que a tecnologia pode nos proporcionar? Quando se fala em aquecedor solar para piscina, então, não há do que reclamar com o tanto de opções que o mercado hoje oferece.

E, por ser um método não tão utilizado e propagado quanto poderia ser, vamos tratar no post de hoje de tudo o que você precisa saber antes de instalar esse sistema de aquecimento na sua casa.

Quais as vantagens de um aquecedor solar para piscina?

Como você já deve imaginar, o aquecedor solar é uma das tecnologias mais limpas e amigas do meio ambiente. Isso é verdadeiro porque ele utiliza, obviamente, a energia do Sol que já está disponível todos os dias. Você apenas passa a captá-la depois que instala o equipamento adequado na sua casa.

Com isso, os gastos em consumo de energia podem cair em até 40% por mês. Então, além de manter a água da piscina sempre em temperatura agradável, você vai economizar muito, tanto a curto como a longo prazo.

Como escolher o aquecedor ideal?

Antes de decidir o aquecedor solar usado, é imprescindível que você já saiba exatamente qual será o tamanho da superfície da piscina. É a partir das dimensões dela que você poderá definir a quantidade e o tamanho das placas coletoras de energia, além do reservatório de água quente.

Cada projeto tem as suas especificidades, o que vai contar muito na hora de escolher o aquecedor. Além do tamanho da piscina, é preciso ter certeza de que você tem o espaço necessário para a instalação das placas de captação e que elas possam ser colocadas em posição favorável.

Buscar um equipamento de qualidade é essencial para que o resultado final seja alcançado. Para isso, será preciso contar com uma empresa que esteja realmente preocupada em atender às necessidades específicas do cliente.

A quais características é preciso ficar atento?

Existem dois tipos básicos de aquecedores: o aquecedor a vácuo e o coletor solar plano. Para entender melhor como cada um funciona e as suas especificidades, é preciso entender as diferenças entre eles. De qualquer forma, converse com os profissionais para saber qual escolha fazer.

As placas são feitas em cobre ou aço inox, e são elas que transformam a radiação do Sol em calor. Depois desse processo, por meio das serpentinas a água é transportada até o boiler.

Para as regiões mais frias, onde há a possibilidade de congelamento das serpentinas, o inox é o material mais recomendado. Nos demais locais, cobre ou inox são boas alternativas.

O boiler que vai armazenar a água quente também deve ser de qualidade, podendo ser composto por cilindros de cobre, de aço inox ou de polipropileno. A sua capacidade de armazenamento também vai variar de acordo com o tamanho da piscina.

Se você gostou das nossas dicas e precisa de uma assessoria mais pessoal para o projeto da sua casa, entre em contato conosco. Nós vamos adorar ajudá-lo a encontrar o aquecedor solar para piscina ideal!

1 Comentários

  1. Lucassays:

    Isso não tem nada a ver com aquecimento de piscina!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"